Reporter Assalto Tv Gazeta

Repórter sofre tentativa de assalto ao vivo em SP e cena choca âncora; assista

Lígia Neves foi surpreendida pelo assaltante durante um link ao vivo no “Jornal da Gazeta”, próxima da Marginal Tietê.

Que susto! Na noite desta quinta-feira (23), uma repórter da TV Gazeta sofreu uma tentativa de assalto ao vivo, na cidade de São Paulo. Lígia Neves estava na Ponte das Bandeiras, na Marginal Tietê, quando foi surpreendida por um homem que tentou levar seu celular. Após o episódio, ela desabafou sobre o caso.

Lígia acompanhava os dados do trânsito no celular, enquanto informava sobre o movimento da capital paulista na véspera do Natal. Um homem então passou rapidamente de bicicleta em frente à câmera, e tentou tomar o aparelho da jornalista. Ela deu um grito ao ser abordada pelo assaltante e o link ao vivo foi interrompido.

Continua depois da Publicidade

Logo na sequência do corte brusco, a transmissão retornou para a âncora do “Jornal da Gazeta”, Luciana Magalhães, que ficou surpresa com a cena. “Tivemos um problema aí. Jornal ao vivo, né? Mas já, já, voltamos com mais informações com a repórter Lígia Neves”, disse ela. Assista ao vídeo abaixo:

Pouco depois do incidente, Lígia contou o que houve ao colunista do iG Gabriel Perline. Segundo ela, o homem tentou pegar o celular, mas o aparelho caiu no chão. O sujeito saiu em disparada com sua bicicleta, enquanto a jornalista pegou de volta seu telefone. “Por volta das 19h10, um homem de bicicleta passou em alta velocidade na frente da câmera e tentou furtar o meu celular, interrompendo a transmissão. Felizmente está tudo bem comigo e com a equipe”, relatou Neves.

A repórter, que estava acompanhada do cinegrafista Ricardo Braga, contou que eles não sofreram nenhum dano físico ou material. “Após o ocorrido, entrei ao vivo explicando o que aconteceu e complementei as informações sobre o trânsito, assunto da pauta”, disse ela. Em um comunicado, a TV Gazeta declarou que acionou a Polícia Militar sobre o caso.

Continua depois da Publicidade

Lígia ainda fez um desabafo nas suas redes sociais, lamentando a violência presenciada em São Paulo. “O repórter brasileiro não tem um minuto de paz. […] Está tudo bem comigo e com a equipe. Triste viver em uma cidade tão violenta. Mesmo assim, a gente segue sem medo, porque as histórias desse país precisam ser contadas. Obrigada, Ricardo Braga e Melquior Brito pelo apoio de sempre”, escreveu ela.