TV / Séries

“Big Little Lies”: Showrunner revela os impactos do terrível segredo nas vidas das protagonistas em nova temporada: “Fissuras na amizade e em casamentos”

Marina Amaro - Publicado em 23/05/2019 às 15:04
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

O maior desafio da segunda temporada de “Big Little Lies” para as cinco protagonistas — Celeste (Nicole Kidman), Madeline (Reese Witherspoon), Jane (Shailene Woodley), Bonnie (Zoë Kravitz) e Renata (Laura Dern) — será guardar segredo sobre os acontecimentos da trágica noite da morte de Perry Wright (Alexander Skarsgård)… ainda mais com a mãe dele, vivida por Meryl Streep, rondando por aí e querendo descobrir a verdade!

De acordo com o showrunner da produção, David E. Kelley, em entrevista à Entertainment Weekly, a mentira que encerrou a primeira temporada não será esquecida; pelo contrário, será analisada com bastante minúcia! “Resultará em mais fraturas e fissuras na amizade entre as mulheres, em alguns casamentos, e em um pouco da psique de cada uma”, avisou.

“Big Little Lies” foi baseada no livro de mesmo nome da autora Liane Moriarty, e inicialmente seria uma minissérie, mas o sucesso foi tão estrondoso, que a HBO resolveu reunir o elenco novamente para mais uma leva de episódios — desta vez, com a lendária Meryl Streep. Além disso, o roteiro é baseado em alguns textos não terminados de Liane. “[A autora] tinha algumas ideias de onde ela achava que as personagens iriam, algumas ideias brilhantes, incluindo a de trazer a mãe de Perry. Acho que, indo para o nosso segundo ano, o material está todo fresco”, refletiu David. A única exceção é Bonnie, cuja história não aparece tanto no trabalho de Liane e será melhor analisada nesta temporada, conforme a personagem ganha os holofotes.

(Foto: Reprodução/Entertainment Weekly)

Logo no primeiro episódio, os telespectadores retornarão à cidade litorânea de Monterey, poucos meses após a festa à fantasia em que as mulheres interviram na discussão entre Celeste e seu marido abusivo, Perry — e que resultou em Bonnie o empurrando do topo da escada para sua morte. Naquele momento, Celeste se viu livre… no entanto, agora ela está presa a uma ligação com Madeline, Jane e Renata, que juraram proteger Bonnie conforme a investigação da polícia se intensifica.

De acordo com David, todas as mulheres estão passando por muito pressão, que é alimentada constantemente pela grande mentira — o estresse se manifesta de formas diferentes em cada uma. Celeste tem pesadelos, enquanto tenta equilibrar a vida de mãe solteira e proteger os filhos gêmeos da verdade sobre o lado sombrio do pai. Ela também precisa lutar contra a própria culpa pelo ocorrido, sendo sempre observada pelo olhar perspicaz de sua sogra, Mary Louise, que busca a verdade sobre a morte do filho. “A única coisa que [Nicole e eu] realmente insistimos, era sobre [a história] ser verdadeira à recuperação do abuso, porque é muito complicado. Não é simples como: ‘OK, o abusador está morto e a vida continua’. Não apenas as cicatrizes do abuso continuam, mas o campo gravitacional que lhe puxa para o abusador não deixou de existir também”, refletiu.

(Foto: Reprodução/Entertainment Weekly)

Enquanto isso, Bonnie se fechou emocionalmente e se isolou do marido, tentando aceitar seu papel na morte de Perry. “Ela nunca foi parte daquele grupo de amigas que nós conhecemos na primeira temporada, ela meio que ficava na sua, e era vista mais através dos olhos de Madeline do que qualquer pessoa. Nesta temporada, nós obviamente exploramos muito mais quem ela é, da onde ela veio, e exploramos as consequências de suas ações. Desenterramos um pouco de quem era aquela pessoa que surgiu para empurrar o Perry da escada, e o por quê”, concluiu David.

A vida de Madeline também não está muito fácil, apesar das primeiras cenas da nova temporada mostrarem ela discutindo com maestria com o diretor da escolha de sua filha, enquanto devora um bolinho. O casamento da personagem de Reese com Ed (Adam Scott) irá desandar na nova leva de episódios, e ela também terá que lidar com sua filha adolescente Abigail e a escolha da garota de não ir para a faculdade. “Nas mãos de Reese, nós percebemos o potencial da personagem, que fará você rir, chorar, ser valentona em uma cena, enquanto em outra é zelosa… é um turbilhão”, atestou o showrunner.

(Foto: Divulgação/HBO)

Já Jane, com a morte de Perry, tentará dar uma guinada positiva em sua vida, seguindo em frente ao lado do filho e encontrando romance em um colega de trabalho… mas as coisas não serão tão fáceis assim: “Ela precisa se curar, e ela precisa se reconstruir. Ela passou por um trauma pessoal muito intenso, e ela tem uma força interna muito grande”. No entanto, Jane quer depender unicamente desta força para tratar de seus problemas, sem procurar a ajuda terapêutica necessária, que deixaria tudo mais fácil.

De Renata, David não deu muitos detalhes, só que ela terá sua vida pessoal profundamente abalada por eventos que acontecerão no segundo episódio. Xiii! O que vem por aí? Confira o trailer da nova temporada:

“Big Little Lies” retorna com episódios inéditos no dia 9 de junho, na HBO.