Elite: Alvaro Rico, o Polo, confessa reação ao descobrir assassino da terceira temporada e revela vínculo com Carla: “Cordão umbilical nunca morre”; saiba tudo!

Na véspera da estreia da terceira temporada de “Elite”, ficamos com um mistério na cabeça: quem matou Polo? Alvaro Rico, que interpreta o personagem, revelou ao Entertainment Tonight qual foi sua reação ao descobrir o assassino da vez. Além disso, ele comentou mais de como será sua relação tanto com Carla, como com Cayetana, nessa que promete ser a “temporada mais sentimental”.

[Alerta Spoilers: Segunda temporada de “Elite”]

“Eu não fiquei surpreso, na verdade, poderia ter sido qualquer um”, comentou Alvaro, despistando sobre quem matou seu personagem. “Todos tinham motivos e é isso que é mostrado também”, adicionou. Ele nem imaginava que tal pessoa seria o novo assassino do colégio Las Encinas: “Eu não tinha nenhuma aposta. Não pensava muito nisso. Estava mais focado no trajeto que precisávamos caminhar até que ele morresse”. Será que foi alguém que não levantava suspeitas?

Na terceira temporada de “Elite”, o mistério é: Quem matou Polo? (Foto: Reprodução/Netflix)

De qualquer forma, após Polo ter matado Marina, Alvaro acredita que seu desfecho foi à altura da insanidade do personagem. “Para ser honesto, [a morte] não me surpreendeu”, opinou Rico. “Com o plot, eu acho que precisávamos dar um final naquilo, um final digno aos padrões desse personagem. É claro, pessoalmente fiquei muito triste, porque isso significava deixar a série, mas foi justo, consistente e todos remamos naquela direção”, completou.

Pelo visto, Carla e Polo continuarão seu pacto de sangue – quase literal. (Foto: Reprodução/Netflix)

Fato é que a parceria entre os ex-namorados Carla e Polo está longe de acabar. “Carla e Polo são dois personagens que foram concebidos juntos. Esse vínculo não pode ser eliminado, mesmo que os personagens circulem por tramas diferentes”, revelou o ator. Por mais que a patricinha seja uma das suspeitas, tudo indica que eles seguirão próximos – e cúmplices. “Na terceira temporada, parece que aquele ‘cordão umbilical’ nunca morre”, antecipou. Vixe!

Como sabemos, agora, Cayetana é quem assumiu o espaço deixado por Carla, e segundo Alvaro, essa relação vai muito além dos interesses inescrupulosos da dupla. “Isso foi e é o colete salva-vidas dele. Ela é a personagem que injeta oxigênio no Polo quando ele está numa situação limitada. É uma válvula de escape. Porque depois de tudo isso, a Cayetana é essencial”, pontuou. Mas se ele ama a filha da funcionária do colégio? “Eu nem mesmo acho que o Polo já pensou sobre isso”, palpitou.

Cayetana seguirá sendo um forte apoio para Polo, após seu crime brutal. (Foto: Reprodução/Netflix)

Mas podemos esperar que Polo pague por seus pecados nos episódios inéditos. “Não vai só revelar quem matou o Polo e como foi, mas também sua luta para ser aceito pelos outros, para ter o perdão dos seus amigos, do Guzmán. Quase uma batalha para querer continuar vivendo, ou não ter a capacidade de seguir em frente e se condenar”, citou Rico. Seria essa ‘condenação’ uma das possibilidades quanto a sua morte?

A única certeza é que, depois de tantos B.O.s, veremos o circo – finalmente – pegando fogo. “A terceira temporada é a grande ressaca de tudo que aconteceu nas duas anteriores. Os personagens passam a ter noção de que suas atitudes têm consequências. Eu a definiria como madura, intimista. Ela fecha um ciclo. Definitivamente é a mais emocional”, contou Alvaro. Amo!!!

O Las Encinas passará por novas turbulências… Aguenta coração! (Foto: Reprodução/Netflix)

Mal podemos esperar para descobrir todas as respostas a essas perguntas… A terceira temporada de “Elite” chega a Netflix nesta sexta-feira (13). Maratona preparada?