La Casa de Papel: Eita! Criador Álex Pina diz que reescreveu desfecho da série 33 vezes: “Mudamos radicalmente”

Se você assiste a “La Casa de Papel“, muitas vezes deve se perguntar: “Tá, mas como nossos ladrões favoritos vão se safar dessa”? A resposta, entretanto, nem sempre vem fácil… Álex Pina, criador da série de sucesso da Netflix, revelou à Esquire que reescreveu o desfecho da saga 33 vezes! Isso mesmo, trinta e três vezes!

Foi um verdadeiro desafio para ele, chegar à conclusão perfeita. “Tínhamos uma ideia de como íamos continuar. Normalmente, no início, apenas sabemos como é o fim. Mas no caso da quinta parte, nosso planejamento original para os capítulos finais não funcionou bem e tivemos que mudar radicalmente o último capítulo”, afirmou ele.

Continua depois da Publicidade

“Em outras palavras, mudamos tudo que tínhamos em mente sobre como o roubo terminou, porque não estava funcionando para nós. Demorou 33 versões para fazer isso. Após cinco partes e dois roubos de mais de dois mil minutos de ficção, nos deparamos com o fato de que a história que queríamos contar não estava funcionando. E essa é a razão pela qual, no final, tivemos que fazer muitas versões e mudar tudo”, completou.

Nessa nova leva de episódios, os criminosos estão há 100 horas no Banco Central da Espanha e se veem sem líder, já que o Professor (Álvaro Morte) foi capturado pela inspetora Alicia Sierra (Najwa Nimri). Como se não bastasse, os bandidos agora terão de enfrentar o exército espanhol e o “atraco” poderá se tornar uma verdadeira guerra. Será que eles vão escapar?

Apesar do sucesso estrondoso da produção, Álex entendeu que a quinta temporada deveria ser a última. “Acho que sempre tivemos uma ideia ou um medo – que é o medo de que sua série se esgote e seja desvalorizada – conforme continuávamos a filmar mais temporadas. Sempre pensamos que tínhamos que parar quando a série fosse muito procurada, quando estivesse em sua ‘era de ouro’. Parecia que era exatamente isso que tínhamos que fazer com ela”, avaliou.

O criador também declarou que o desfecho vai balançar as emoções do público: “Acredito que a quinta temporada seja a mais brutal de todas as outras que já fizemos – por vários motivos, principalmente, devido aos níveis que chegamos para perturbar a equipe do Professor, nossos limites mais radicais estão nesta quinta temporada. Portanto, acredito que a angústia e a ansiedade do telespectador também vão chegar ao limite nesta última temporada”.

“Isso também nos permite explodir tudo em grandes pedaços, as coisas que tínhamos feito anteriormente nos permitiram explodi-las. Tem sido muito difícil para nós terminar assim, mas, por outro lado, é uma satisfação que a série esteja ganhando um encerramento com sua melhor temporada até o momento”, concluiu. OMG! Expectativas foram criadas! Pelo menos não precisaremos mais esperar pra saber do que ele está falando, né?! A primeira parte da quinta temporada de “La Casa de Papel” já está disponível na Netflix. Bora maratonar!