Netflix cancela série turca “If Only” após governo exigir retirada de personagem gay

A Netflix anunciou nesta terça-feira (21) o cancelamento da série original turca “If Only”, depois das autoridades do país intervirem, exigindo que um personagem gay fosse removido da história. Segundo o The Hollywood Reporter, o governo da Turquia disse que não iria conceder a licença de filmagem se os escritores não mudassem o roteiro. Ao invés de censurar a série, a empresa decidiu abortar sua produção.

A criadora da trama, Ece Yörenç, conversou sobre o imbróglio com o site turco Altyazi Fasikul. “Por causa de um personagem gay, a permissão para filmar a série não foi concedida e isso é muito assustador para o futuro”, afirmou.

Continua depois da Publicidade

O drama teria oito episódios e foi anunciado em março deste ano. A história giraria em torno de uma mulher, infeliz com seu casamento, que volta no tempo para o momento em que seu marido fez o pedido. A estrela turca Özge Özpirinçci seria a protagonista do projeto. A atriz, inclusive, compartilhou na sua conta no Instagram, uma foto nos bastidores da série, na quinta-feira da semana passada (16).

View this post on Instagram

❤️🧡💛💚💙💜🖤🤍🤎

A post shared by Ozge Ozpirincci (@ozpirincci) on

Em comunicado oficial, a Netflix afirmou que continuará produzindo projetos na Turquia, que é um dos mercados mais crescentes para a empresa. “A Netflix continua profundamente comprometida com os nossos membros turcos e a comunidade criativa na Turquia. Nós somos orgulhosos dos incríveis talentos com os quais trabalhamos. Nós atualmente temos muitos originais turcos em produção – com mais para vir – e esperamos ansiosamente para compartilhar essas histórias com nossos membros no mundo todo”, disse a plataforma de streaming.

Continua depois da Publicidade

As autoridades turcas já haviam censurado um produto do catálogo da Netflix. Um episódio da série “Designated Survivor” teve que ser retirado por supostamente violar as leis do país, já que trazia um líder da Turquia como o vilão da história. Entretanto, essa foi a primeira vez que o governo agiu diretamente para censurar produções originais da empresa de streaming. Outras séries que têm personagens gays, como “Orange is The New Black” e “Hollywood”, são transmitidas normalmente por lá. A homossexualidade é legal na Turquia, mas existem leis em relação a “ofensas contra a moralidade pública” que muitas vezes são usadas contra a comunidade LGBTQ no país.

Tomara que a produção de “If Only” seja retomada em outro país!