Hilarie Burton relembra cena de sexo que a fez chorar nos bastidores. (Getty/Reprodução CW)

One Tree Hill: Hilarie Burton relembra cena de sexo que quase a fez chorar nos bastidores: “Me senti como uma prostituta”

Hilarie Burton já disse que amava seu papel como Peyton Sawyer em “One Tree Hill“, mas, nesta segunda-feira (9), ela admitiu que não era muito fã das cenas de sexo que era obrigada a gravar. No mais recente episódio do podcast “Drama Queens”, apresentado pelas co-estrelas do seriado, Sophia Bush e Bethany Joy Lenz, Hilarie revelou que uma das cenas quentes com Chad Michael Murray (Lucas) foi “inapropriada” e a levou a um desabafo sincero com a equipe.

Como ela mesma se lembrou, o momento exigia que Peyton e Lucas se beijassem, depois a jovem desabotoava a camisa do rapaz e o beijava por toda a extensão do peito e abdômen. “Eu pensei que era o suficiente, que eles pudessem ficar lá e beijar ou ficar lá e beijar de boca aberta. Quando eu estava no colégio, a primeira vez que você beijava um menino, era isso. Você ficava uns 20 minutos, e depois ‘Vejo você na segunda na escola’. A forma como a cena foi escrita foi muito gráfica, o que me deixou nervosa porque era como se você não pudesse questionar, como se isso fosse o que está escrito”, disse.

A atriz ainda revelou que o colega de elenco era muito “legal” e vestiu uma camiseta branca por baixo, para que ela não precisasse beijar o seu “corpo nu”. “Fiquei tão maluca com isso, cara. Eles queriam que eu beijasse todo o corpo dele, até o cinto e o tirasse – não sei se dava pra ver, mas tive que desfazer o cinto”, contou. Ela também disse ao produtor que estava muito preocupada com a cena e que faria duas ou três tomadas no máximo. “Não vou fazer isso a noite toda, é tão inapropriado”, informou na ocasião.

Ela admitiu que, após as filmagens, sentou no camarim com o empresário e quase chorou. “Eu realmente não queria fazer isso, eu estava tão nervosa. Eu estava com vontade de chorar no meu trailer. Eu estava tipo, ‘eu não quero fazer isso. Parece sujo. Parece que eles estão tentando fazer sexo com tudo’. Tudo parecia tão intensificado”, desabafou.

Hilarie Burton e Chad Michael Murray em "One Tree Hill". (Foto: Reprodução/CW)
Hilarie Burton e Chad Michael Murray em “One Tree Hill”. (Foto: Reprodução/CW)

“Eu me sentia uma prostituta. Foi o primeiro momento que eu fiquei, tipo, ‘estou beijando alguém por dinheiro, estou sendo paga para fazer isso. Há uma questão de moralidade em que você fica tipo, ‘eu sou uma trabalhadora do sexo de alguma forma? É o OnlyFans de 2003?”, continuou, se referindo à plataforma em que os assinantes pagam para ter acesso ao conteúdo íntimo das personalidades cadastradas.

Hilarie contou que reuniu coragem para voltar ao set depois que seus cabeleireiros e maquiadores a levaram uma bela dose de vodka de toranja. Segundo ela, foi este o momento que a fez perceber que não estava sozinha. “Todas as mulheres se juntaram e disseram: ‘Saiba que você não está sozinha, nós estamos aqui. Mesmo que atrás do monitor. Foi um momento de irmandade que solidificou realmente as minhas amizades atrás da câmara, porque eu sabia que íamos continuar fazendo coisas que eram estranhas pra mim”, disse.

Hilarie afirmou que foi esse vínculo que ajudou todas elas, quando 18 membros do elenco e da equipe de produção escreveram uma carta aberta, acusando o showrunner Mark Schwahn de assédio sexual, em 2017.

Continua depois da Publicidade

Depois que o episódio foi ao ar, a atriz usou o Twitter para um novo desabafo e deixou uma questão pendente. “É uma verdadeira pergunta que ainda tenho. Qual é a diferença entre as trabalhadoras do sexo (que são injustamente desprezadas na nossa cultura) e as mães que se juntam a ‘OnlyFans’ para pagar as contas, e os ATORES que ganham prêmios por trabalhos que exigem atos sexuais performativos? Somos todos strippers, baby“, escreveu.

“One Tree Hill” teve nove temporadas. Depois de sua estreia em setembro de 2003, o último dos 187 episódios da trama foi exibido em 4 de abril de 2012. Ouça na íntegra o episódio do podcast “Drama Queens” com a participação de Hilarie Burton: