“Pretty Little Liars”: Eita! Lindsey Shaw afirma que Shay Mitchell nunca aceitou fazer cenas com “beijo de língua” e diz que a atriz falava mal dela para criadora da série

Drama nos bastidores de “Pretty Little Liars”! A atriz Lindsey Shaw, que interpretou a Paige na série, concedeu uma entrevista ao podcast “Women on Top”, expondo alguns momentos polêmicos que teria vivido com o elenco, especialmente Shay Mitchell, com quem fazia par romântico.

Lindsey contou que, apesar de admirá-la, o sentimento não parecia ser mútuo. Shaw tinha problemas com álcool e drogas na época e assumiu parte da culpa pela relação. “Eu admiro a Shay Mitchell mais do que eu posso dizer, apesar de não termos nada em comum. Eu sinto que eu dei a ela muitas chances de perder o respeito por mim e isso é muito doloroso”, pontuou ela.

Shaw, então, declarou que nunca teve uma relação próxima com a showrunner de “PLL”, Marlene King, e afirmou que a criadora não gostava dela por ouvir comentários negativos vindos de Mitchell. “Eu tenho certeza que era porque a Shay ficava falando: ‘Ela está me deixando desconfortável. Ela continua ficando mais magra. Ela obviamente tem algum tipo de problema com drogas e blá-blá-blá'”, relatou.

“Shay me deu pó de proteína em um determinado momento porque disse que eu estava ficando muito magra. Eu estava passando por um momento difícil e talvez ela não tinha nenhum respeito por mim por estar arriscando a série dela. E eu respeito isso também”, alfinetou a atriz, que também trabalhou em “Manual de Sobrevivência Escolar do Ned”.

Emily e Paige foram um casal por bastante tempo em “PLL” (Foto: Divulgação/Freeform)

Em outro ponto da entrevista, ela foi questionada sobre as cenas de beijo da série. “Eram beijos de língua? Porque o Ian (Harding) e o Keegan (Allen) falaram que faziam isso”, perguntou a apresentadora Roxy Manning. Lindsey respondeu que nunca conseguia, porque Shay se recusava.

“Era isso que eu queria fazer! Em tudo que eu fiz, eu fiz beijos de língua. Sempre. A Shay beijava muito bem, mas ela ficava tão noiada… acho que ela pensava que eu fosse lésbica de verdade e que eu estava curtindo muito aquilo”, relembrou a moça. “Eu não sou lésbica, mas a quantidade de amor que eu acumulei pela Shay durante aquele período foi… é a sua vida entre ‘ação’ e ‘corta’, é diferente. Então quando eu a beijava eu estava investida naquilo, mas ela ficava meio travada”, completou.

A intérprete de Paige relatou que as coisas ficaram piores no final da série, alegando que Shay sentia a necessidade de provar sua feminilidade. “Ela ficava, tipo, ‘Eu odeio que eu tenho que fazer cenas com essa v*dia louca’. Depois de cada cena, ela ficava tipo, ‘Viu? É por isso que eu vou para a cama toda noite com camisolas e tutus para me lembrar que eu sou uma garota feminina'”, contou.

“E nem era porque eu queria ficar com ela, mas era tipo, viva a cena verdadeiramente nas câmeras. Você sempre pode notar na nossa postura [em cena] como ela está sempre inclinada para trás, e eu estou sempre me aproximando mais dela”, comparou.

Apesar disso, Lindsey reforçou que sua pior relação lá dentro era de fato com Marlene King. “Eu apenas não me sentia muito próxima aos criadores da série. Acho que eles conseguiam ver também pelo que eu estava passando, mas eu não me sentia muito respeitada algumas vezes quando estava lá”, afirmou, acrescentando episódios negativos que viveu com a criadora.

“Ela não tinha amor nenhum por mim. Eu não sou idiota, eu consigo sentir. Teve uma vez que eu levei uma amiga para o set e todo mundo levava amigos para o set. Eu nem ia trabalhar naquele dia, nem estava no cronograma, mas antes de sair eu falei: ‘vamos fazer uma tour pelos sets’. Porque eles estavam vazios, não tinha ninguém gravando. Então a Marlene notou que a gente estava lá e ficou, tipo, ‘O que vocês estão fazendo aqui?’. Ela nem se incomodou em ser cordial e falou pra gente sair. Isso não aconteceria literalmente com mais ninguém”, relembrou.

“Ela postou uma foto comigo no Instagram e não me marcou, mas marcou todas as outras pessoas que estavam lá. Eu fiquei, tipo, ‘isso é tão rude’. É a foto que todos estavam de moletons pretos, ela marcou o Keegan, o Tyler e a Janel, mas não eu. Eu tenho um Instagram verificado, pra me achar é muito simples. Eu apenas nunca me senti próxima dela e não entendi o porquê”, contou a atriz. Confira a foto que ela mencionou:

View this post on Instagram

Behind the scenes.

A post shared by Marlene King (@imarleneking) on

Por fim, Shaw pontuou que a pessoa do elenco com quem menos se sentia próxima era Troian Bellisario, a Spencer. “Ela tinha um estandarte muito alto para as pessoas que colocava na vida dela e eu sei que ela podia perceber que sempre tinha um pouco de m*rda nas coisas que eu fazia enquanto estava lá. Apenas porque eu estava desmoronando. E não foi porque ela me deixou para baixo de alguma forma, mas apenas porque ela não queria se envolver nisso. Então era a relação menos amorosa, mas não me machucava pessoalmente”, explicou.

Assista aos comentários de Lindsey a partir de 21’05”:

Eita! Até a publicação desta matéria, Shay Mitchell ainda não havia se pronunciado sobre os comentários da co-estrela.