Vídeo: Homem ateia fogo em famoso estúdio de animação no Japão e mata 33 pessoas: ‘Morram!’

Que notícia triste, gente. Um homem, que permanece não identificado, foi responsável por atear fogo num estúdio de animação em Quioto, no Japão, hoje (18) pela manhã. De acordo com as autoridades locais, pelo menos 36 pessoas ficaram feridas e o número de mortos causados pelo incêndio aumentou para 33. As informações foram confirmadas pela rede japonesa de televisão NHK.

O culpado de espalhar líquido inflamável pelos três andares do prédio onde ficava o estúdio Kyoto Animation está na lista de pessoas feridas e se encontra sob custódia policial num hospital da região. Ele tem 41 anos e admitiu ter sido o responsável pelo caso. Os motivos que o levaram a causar tal desastre ainda não foram relevados. Pouco antes das chamas começarem, o criminoso foi visto derramando gasolina e berrando: “Morram!“.

Um morador local testemunhou o momento em que a polícia deteve o autor da tragédia e afirmou que o homem tinha uma tatuagem em sua barriga e que se queixava de ter sido “enganado” pela empresa. A imprensa japonesa afirmou que o suspeito não é um ex-empregado da Kyoto e que não teria nenhum vínculo evidente com o estúdio de animação.

Continua depois da Publicidade

Vídeos do acontecimento estão tomando conta da internet. No Twitter, o primeiro-ministro do Japão Shinzo Abe afirmou estar “sem palavras” com a notícia do incidente e disse orar pela alma dos que partiram. “Quero expressar minhas condolências aos feridos e desejar a eles uma rápida recuperação”, acrescentou.

 

Continua depois da Publicidade

De acordo com a BBC, testemunhas descreveram uma explosão seguida das chamas que logo se espalharam e tomaram todos os três andares do prédio. 70 pessoas estavam presentes no local quando o incêndio começou. Os oficiais japoneses acreditam que não há desaparecidos.

Ao serem acionados, 50 caminhões dos bombeiros se deslocaram para o local do incêndio, com o objetivo de conter e apagar as chamas que se espalharam pelo edifício.

A empresa criada em 1981 era responsável pela produção de animes para a TV e cinema e tinha cerca de 160 funcionários. Dentre as produções estão os programas “K-ON!” e “A Melancolia de Haruhi Suzumiya”.

De cima para baixo os animes “K-ON” e “A Melancolia de Haruhi Suzumiya”. (Foto: Reprodução / Twitter)

Milhares de internautas compartilham suas condolências através da hashtag #PrayForKyoAni, que figura há horas no topo dos assuntos mais comentados do Twitter.  Torcemos para que os feridos tenham uma rápida recuperação e que a empresa possa se reerguer em breve.