Música

Taylor Swift defende Hayley Kiyoko, acusada de criticá-la por escrever músicas sobre ex-namorados

por Raphael Amador
há 2 meses

Depois que a cantora Hayley Kiyoko foi criticada nas redes sociais por citar Taylor Swift enquanto falava sobre suas dificuldades na indústria da música, a dona da voz de “Delicate” saiu em defesa da artista no Tumblr. Tudo começou quando Kiyoko, que lançou seu álbum “Expectations” nesta sexta-feira (30), mencionou o fato de que Swift escrevia músicas sobre seus relacionamentos anteriores.

Eu tive vários executivos da indústria fonográfica que me perguntavam: ‘Você vai fazer outro clipe sobre garotas?’ Eu literalmente olhava para eles e ficava tipo, hum, sim… Taylor Swift fala sobre homens em todas as músicas e vídeos, e ninguém reclama que ela não é original. Eu não estou sexualizando minha música. Eu fico com mulheres porque amo mulheres, não porque estou tentando ser sexy. Isso não é para mexer com a cabeça de ninguém – essa é a minha vida“, disse Kiyoko ao Refinery 29.

Depois que a entrevista foi divulgada, um fã acusou a artista de ter criticado Swift por escrever sobre seus relacionamentos. Porém, Taylor não interpretou como crítica e saiu em defesa da cantora na rede social, após outro fã tentar explicar que não havia sido uma crítica à diva.

http://taylorswift.tumblr.com/post/172426031730/did-you-see-what-hayley-kiyoko-said-about-taylor

Eu acho que as pessoas estão interpretando mal a citação. Eu não sei se está sendo tirado de contexto ou o que, mas se você ler a entrevista em si, eu não acredito que ela esteja acusando Taylor de falta de originalidade ou maluca. Ela estava apenas defendendo sua escolha por querer fazer clipes com interesses amorosos femininos. Na verdade, é muito semelhante a quando Taylor, em 2014/2015, disse em entrevistas como ela acreditava que as pessoas eram sexistas quando a criticavam por escrever sobre seus ex, mas não falavam nada de Ed Sheeran ou Bruno Mars, que escreviam sobre as suas [ex-namoradas]. Ela não estava criticando Ed ou Bruno na época, mas sim como a mídia e o público lidam com a situação. Hayley parece estar fazendo o mesmo“, escreveu o(a) fã.

E Taylor respondeu: “Exatamente. Devemos aplaudir os artistas que são corajosos o suficiente para contar sua narrativa romântica honesta por meio de sua arte, e o fato é que eu nunca sofri homofobia e ela já. É direito dela falar sobre qualquer um que trate diferente o interesse amoroso gay e heterossexual“.

Recentemente, a musa lançou um segundo vídeo para o single “Delicate”, do álbum “Reputation”, vocês viram?