Garotinho se desespera e fica aos prantos ao contar para irmã que ouviu os pais fazendo sexo: “Três vezes!”; assista

Um menininho canadense viralizou nas redes sociais nesta semana, após sua irmã publicar um vídeo dele aos prantos, enquanto contava a ela que ouviu os pais fazendo sexo. Tadinho!

No vídeo, os irmãos estão no carro quando a jovem decide filmar o caçula. “Você estaria morta agora se tivesse ouvido”, diz o menino com o rosto já vermelho de chorar. A garota, então, insiste para que ele admita o que escutou.

“O que você ouviu?”, questiona. “Nada”, diz ele, tentando não se mostrar abalado para a filmagem. “Qual é o problema?”, pergunta ela de novo. “Não tem nenhum problema”, responde ele.

“Você tem certeza que não ouviu a mamãe e o papai fazendo sexo?”, insiste ela, por fim, levando o menino aos prantos. “Três vezes! Três vezes! Três vezes!”, grita ele, enquanto ela dá várias gargalhadas. Coisas de irmãs mais velhas… Confira:

Uma amiga respondeu que estava abalada com a cena e a irmã foi sincera sobre a reação: “Meu, eu estou brava com a quantidade de vezes que eu te falei que não tinha NENHUMA chance deles transarem… eu estava absolutamente errada”.

Mais tarde, a jovem acalmou os internautas. “Para registrar, eu levei meu pequeno rei do drama para jantar e tive a conversa com ele. Ele está bem. Aparentemente, hambúrgueres de plantas são uma boa alternativa para terapia”, brincou ela.

Em três dias, o vídeo teve mais 8,4 milhões de visualizações e, claro, vários comentários. “Pelo menos ele está em um ambiente amoroso”, apontou um internauta. “Meus pais se divorciaram quando eu tinha 6 anos e se odiavam. Algumas crianças na escola me diziam que eu era sortuda”, contou outra.

O episódio fez outras pessoas compartilharem suas histórias. “Essa criança é muito mole. Tente flagrar seus pais durante o ato não uma vez, mas DUAS”, confidenciou uma mulher. “Por favor, isso não é nada. Imagine estar com seus amigos em casa, e então um barulho ritmado fica cada vez mais alto até todo mundo perceber que meu pai está transando com a minha mãe às 5 da tarde em noite de escola. 20 anos depois e eu ainda estou traumatizado”, admitiu outro homem.

Quem nunca, não é mesmo?