Dakota Johnson revela que quase desistiu de ‘Suspiria’ dias antes das filmagens

A atriz Dakota Johnson, que a gente conhece como a Anatasia Steele da franquia “50 Tons”, participou nesta semana de uma retrospectiva anual da revista Variety e revelou que, a poucos dias de começar a gravar “Suspiria”, quase desistiu de protagonizar o filme.

No novo longa do badalado diretor Luca Guadagnino, de “Me Chame Pelo Seu Nome”, ela interpreta a protagonista Susie Bannion, que é aceita para uma renomada academia de dança de Berlin em 1977. No entanto, a bailarina acaba descobrindo que o local não passa de fachada para uma seita de bruxas. Além de Dakota, o elenco também conta com Tilda Swinton e Chloë Grace Moretz. Assista ao trailer:

Seu papel, conta Dakota, exigiu muito trabalho físico e, por isso, ela começou a treinar quase um ano antes das gravações. “Treinei com diferentes técnicos, um instrutor de balé, e técnicos de força para moldar meu corpo para quando começássemos a gravar”, relembra. “Foram tantos ensaios. Oito horas por dias, seis dias por semana.

Ainda assim, ela não se sentiu preparada para dar conta do recado. “Eu tive uma crise nervosa quatro dias antes de filmar”, revela Dakota. “Eu estava em lágrimas no escritório dele [o diretor], dizendo ‘Eu sou uma fraude. Não consigo fazer isso’. Foi horrível, mas agora a gente até brinca com isso”, diz a atriz. Que dó, gente!

*Leia também:
– Dakota Johnson tem encontro misterioso com Tilda Swinton em nova cena de ‘Suspiria’

– Dakota Johnson faz performance de dança poderosa em novo clipe do remake de ‘Suspiria’; assista!

– Dakota Johnson se abre sobre rumores de gravidez e explica de onde surgiu a história!

Apesar do medo inicial, Dakota conseguiu se acalmar com a ajuda de Luca Guadagnino e gravou o filme. No papo, que também teve a participação do muso Armie Hammer, a atriz se abriu sobre suas inseguranças como profissional.

“Minha vida toda eu tenho sido bem dura comigo mesma, pensando que alguém vai descobrir que eu sou uma fraude”, conta. “Acho que isso é algo com o qual artistas realmente sofrem. Esse sentimento de que não é realmente merecedor da própria carreira. E a pior versão disso é quando é você mesmo que descobre que não sabe [atuar] .”

Independentemente da confiança de Dakota em si mesma, “Suspiria” está cotado como um dos principais nomes na temporada de premiações deste ano, já surgindo em várias listas de “melhores de 2018” lá fora. Arrasou! Veja o momento a partir de 10 minutos: