Anitta relembra primeira vez que ficou com Pedro Scooby há três anos, revela quando vai se aposentar dos palcos e explica por que não abortaria

Anitta se abriu completamente em entrevista à edição de agosto da revista Marie Claire. A cantora, que é capa da publicação, falou sobre o namoro com Pedro Scooby, sua aposentadoria dos palcos, a vontade de ter muitos filhos, e, até, sobre suas crenças e religião.

Em junho, quando a diva confirmou que estava mesmo namorando Scooby, o jornalista Leo Dias revelou que eles já haviam ficado juntos em 2016, quando Scooby estava separado de Luana Piovani. Na conversa com a revista, Anitta deu mais detalhes sobre a época. “Eu e o Pedro nos conhecemos há três anos, numa festa. Quando ele estava dando em cima de mim, falei: ‘Não fico com homem casado, não’. Ele respondeu que estava solteiro e me mostrou umas matérias. Aí pensei: ‘Ahhh, vou pegar porque esse cara é gato, hein?’. Peguei. Isso faz três anos”, relembrou ela.

A voz de ‘Bola Rebola’ também explicou por que o relacionamento não deu certo da primeira vez. “Ficamos juntos uns meses, mas eu, na época, não estava que nem estou hoje – ‘deixa a vida me levar’. Não queria fazer nada que as pessoas pudessem saber, porque iriam achar que eu era pivô de separação e tenho pavor dessas coisas. Não quero me envolver em treta de ninguém, então fiquei bem reservada. Mas é muito complicado ter namoro assim, por isso a gente terminou”, confessou.

Anitta e Scooby foram vistos juntos pela primeira vez no começo de junho durante uma viagem para a Indonésia, mas, segundo a cantora, eles voltaram a se falar em março! “Aí, dessa vez, ele me mandou mensagem no meu aniversário, mandou flor, e a gente voltou. Não fico conversando de ex com meu namorado, não. Converso sobre mim. Respeito a família dele, o passado, não me meto”, afirmou Anitta em referência às polêmicas com Luana Piovani, que tem três filhos com o surfista.

View this post on Instagram

Cartão postal

A post shared by Anitta 🎤 (@anitta) on

Por falar em filhos, a musa adiantou que tem sonho de ser mãe daqui alguns anos, mas que não abortaria caso engravidasse agora. “Quero ter vários, muitos. Gosto de casa cheia. Quero adotar também. Só que é um plano para depois. Se acontecesse de engravidar agora, paciência. Não abortaria pelas minhas crenças religiosas”, admitiu. “Sou espírita, acredito em questões de reencarnação, carma etc. E também não teria motivo [para abortar], sou saudável, tenho como sustentar.”

Apesar disso, a cantora declarou que é a favor da descriminalização do aborto. “Defendo a descriminalização, total. Acho que as pessoas têm que ter o direito de agir conforme as crenças delas. Não é porque acredito em X que todo mundo tem que acreditar igual. Acho que quem não está a fim de ter um filho precisa ter a opção de fazer isso com segurança. Apoio a liberdade de escolha”, afirmou à Marie Claire.

Por fim, Anitta revelou que já tem uma data para sair dos palcos! E podem ir se preparando, porque vai rolar logo, logo. “Trabalho porque gosto, porque me dá prazer. Se parasse agora, sentiria falta depois e não quero isso. Vou parar quando fizer 30 anos [em 2023], porque não quero voltar com 40 ao mesmo ritmo de antes. Sou muito organizada, gosto de separar as coisas”, explicou ela, adiantando que vai continuar na área artística, mas sem o microfone na mão. “Quero seguir trabalhando com o que já faço hoje além da carreira artística, que é no ramo empresarial, consultoria, na parte criativa. Tudo o que já faço no meu trabalho atrás das câmeras, pretendo continuar fazendo com novos artistas, mas não vou mais cantar e dançar.”

Vamos aproveitar nossa diva ao máximo pelos próximos quatro anos, hein?