Após polêmica com feat, Iggy Azalea fala sobre suposta briga com Anitta: “Não sei de onde veio”; relembre o caso

Briga? Que briga? A poucos meses de se apresentar no Brasil, Iggy Azalea esclareceu um rumor que tomou conta das redes sociais nos últimos anos. Em entrevista ao jornal Estadão, a rapper australiana abriu o jogo sobre a história de que teria discutido com Anitta após a parceria entre as duas, “Switch”. E a resposta passou longe do que muitos imaginavam…

Desde o lançamento de sua colaboração em 2017, muitos fãs acreditavam que Anitta e Iggy se desentenderam após o trabalho conjunto. A suposta briga sempre foi motivo de muita especulação, apesar das duas nunca terem confirmado oficialmente essa história. Mas, segundo a dona do hit “Fancy”, não foi bem assim. Para ela, isso não passou de uma invenção dos admiradores de ambas as artistas.

Anitta e Iggy Azalea apresentando “Switch” no programa de Jimmy Fallon (Foto: Reprodução/YouTube)

“Eu não sei de onde isso veio”, contou Iggy à publicação. A cantora afirmou também que, da sua parte, não houve qualquer desavença. “Nunca tive nenhum problema com ela, e realmente acho que ela nunca teve nenhum problema comigo”, explicou. Por fim, a estrela de “Mo Bounce” deu seu palpite final: “Acho que foi mais uma disputa entre fãs”.

Ela abordou também sua demora para produzir seu último álbum, “In My Defense”, cinco anos após o hinário “The New Classic”. “Por mais que eu quisesse voltar logo, fico feliz que esperei até estar pronta, até sentir que estava num lugar bom para lançar novas músicas. Tomei decisões de maneira mais clara, pensando em fazer um álbum de maneira mais coerente, o que provavelmente não aconteceria se eu tivesse apressado as coisas”, explicou.

Iggy Azalea (Foto: Getty)

Nessa nova era, Iggy está mais imersa no hip-hop, seu gênero de origem. Inclusive, a rapper lamentou o fato de muitos apenas a terem conhecido por conta de seu lado mais pop. “O que me deixa frustrada é que muitas pessoas só souberam quem eu era ouvindo minhas investidas no pop”, comentou.

De qualquer forma, ela não pretende abandonar essa vertente musical para sempre. “Não quer dizer que não vou fazer música pop no futuro, porque eu amo. Mas é importante manter um equilíbrio”, contou ela, prestes a vir ao Brasil em dezembro, em sua primeira apresentação completa no país. Inclusive, há alguns meses, Iggy confirmou que fará uma parceria com Pabllo Vittar. Seria esse seu retorno a uma vibe mais pop?! Já quero!

Relembre o caso de Iggy e Anitta

Como se sabe, nem Iggy, nem Anitta confirmaram um suposto desentendimento. Fato é que, após o lançamento de “Switch”, a rapper desistiu de divulgar uma versão oficial do clipe com a brasileira, por conta do vazamento de uma versão preliminar do vídeo. Além disso, a australiana acabou apagando fotos ao lado da colega, em meio a muito veneno destilado por fãs da brasileira em suas postagens.

Anitta e Iggy Azalea em um dos trechos do clipe de “Switch” (Foto: Reprodução/YouTube)

Outro forte rumor gira em torno da apresentação ao vivo da música no “The Tonight Show”, talk show de Jimmy Fallon. Em “Furacão Anitta”, biografia não-autorizada da cantora, o jornalista Leo Dias alega que Iggy não queria se apresentar ao lado de sua parceira. O livro aponta também que Anitta apenas subiu no palco após ter exposto seus gastos com a viagem e exigido um ressarcimento.

No final das contas, nossa “Malandra” mostrou a que veio e ambas cantaram juntas na atração norte-americana. De qualquer forma, ainda houve críticas de que Anitta merecia mais espaço na performance. Assista aqui:

Em março deste ano, com toda a repercussão da biografia da cantora, Iggy resolveu se posicionar sobre a questão e disse que jamais iria querer se apresentar sozinha. “Anitta não tinha um visto de trabalho válido para os Estados Unidos e nós não sabíamos até a hora que ela embarcou para o voo. Graças a Deus foi tudo resolvido e ela conseguiu. Não aguento mais essas m*rdas envolvendo a Anitta. Cansada de rumores bobos”, escreveu ela.

Falou, tá falado, né?!