Angelina rebate argumento de Brad Pitt sobre pensão: “Tentativa vergonhosa”, destaca PEOPLE

Após Brad Pitt alegar que pagou mais de 8 milhões de pensão aos filhos, Angelina Jolie rebateu os argumentos de ex-marido em relação aos gastos dele com as seis crianças. Tudo começou quando Jolie iniciou um processo pedindo o pagamento da pensão alimentícia atrasada. Em um comunicado enviado à revista People, os representantes legais dela afirmaram que o valor divulgado pelos assessores de Pitt se trata apenas de um “empenho para manipular a mídia, uma tentativa vergonhosa de ofuscar a verdade e criar uma distração em relação ao fato de que ele não vem atendendo às duas obrigações legais de prover para os filhos”.

Segundo os profissionais da equipe de Angelina, os US$ 8 milhões citados pelo time de advogados de Brad se tratam de um empréstimo e não são referentes à pensão combinada por eles. Na última quarta-feira (8), segundo a People, o advogado de Pitt, Lance Spiegel, criticou a declaração de Jolie como “desnecessária” e “um esforço velado para manipular a cobertura da mídia“. Na papelada, Spiegel também reagiu à acusação de Jolie de que Pitt não estava pagando pensão “significativa” aos filhos e deu detalhes específicos de quanto ele teria contribuído.

**Leia também: Angelina Jolie acusa Brad Pitt de não pagar pensão alimentícia suficiente aos filhos

Angelina Jolie nega desentendimento com sua advogada do divórcio com Brad Pitt, diz revista People

O advogado alegou que o ator emprestou US$ 8 milhões para ajudar a ex-mulher a comprar a casa em que ela mora atualmente, e desembolsou mais de US$ 1,3 milhão “em contas para o benefício de [Jolie] e das crianças“. Em declaração recente, a advogada de Jolie rebateu: “Em seguida à separação setembro de 2016, Angelina e as crianças precisaram sair da casa da família, que Brad decidiu manter, incluindo todos os bens. Foi pedido a ele um apoio no gasto de uma nova casa para Angelina e as crianças, valor que ele emprestou, está cobrando e terá seu pagamento honrado. Um empréstimo não é um pagamento”.

A representante de Jolie ainda destacou: “Pensão aos filhos não é uma opção na Califórnia. Normalmente, um pai paga esses valores voluntariamente, sem a demanda de uma ordem judicial. Esperamos que isso possa ser resolvido sem mais atrasos ou adiamentos”.