Anitta e Luisa Mell discordam publicamente sobre manifestações em prol da Amazônia, e ativista questiona internautas: “Por quê vocês não estavam lá com a bandeira de vocês?”

No sábado (24), a cantora Anitta e a ativista Luisa Mell levaram para as redes sociais uma discussão entre elas sobre as manifestações em prol da Amazônia. A artista pediu que a amiga “não descesse o nível” durante suas participações nas passeatas, sugerindo que o tom agressivo e as críticas explícitas ao governo não seriam o melhor caminho para a causa. Em resposta, a militante fez uma série de vídeos sobre seu ponto de vista e comportamento nas ocasiões.

Antes mesmo do suposto “embate” entre as amigas nas redes sociais acontecer, internautas já estavam criticando a ativista na web. Militante da causa ambiental e animal, a ex-apresentadora participou ativamente das manifestações que aconteceram na sexta-feira (23), em São Paulo. Milhares de pessoas se reuniram na avenida Paulista para exigir do governo medidas imediatas para apagar os incêndios que devastam a Amazônia há alguns dias. Nas gravações, Luisa Mell aparece entoando alguns gritos contra o presidente do Brasil Jair Bolsonaro, que até então não havia anunciado nenhuma medida para solucionar a questão.

Muitas pessoas que assistiram aos vídeos taxaram o comportamento de Luisa Mell como violento, radical e, principalmente, parcial por estar supostamente apoiando partidos de oposição ao governo atual. Super envolvida com a causa ambiental e animal, inclusive, graças à influência da amiga, Anitta também se assustou ao ver as gravações. Em um dos posts do Instagram da ativista, a cantora propôs uma reflexão de que essas manifestações não deveriam ser usadas como “propaganda política”, seja contra ou a favor de qualquer partido.

A artista defendeu o uso de um discurso menos depreciativo para dialogar com a sociedade sobre o assunto no intuito de que outras pessoas defendessem também a causa. “Eu entendo as razões pelas quais o governo atual não tem sido nada favorável às questões ambientais e sociais… Entendo que tenha se tornado uma guerra política. Mas não acho que xingamentos e agressividade seja o caminho… Isso pode virar uma guerra civil e nada ajudaria à questão principal que amamos, a natureza. Além disso você nunca conseguiremos fazer o outro lado te escutar se chegar de forma agressiva“, escreveu em um dos trechos do comentário. (Leia o comentário de Anitta na íntegra no final do post)

Foto: Reprodução/Instagram

Depois de ver o comentário da amiga famosa, Luisa Mell a chamou para conversar no privado e, juntas, elas decidiram transformar o “debate” público. As duas concluíram que os pontos de vista discordantes seriam enriquecedores para a discussão. “Essa ideia foi justamente para todo mundo entender que dá para ter uma conversa e todo mundo continuar bem e socializando numa boa. Esse é o tipo de conversa que a gente sempre tem, às vezes eu tenho minhas opiniões e ela tem as delas. Juntas a gente segue acreditando nessa causa que ela me fez abrir os olhos. A gente segue se amando e se admirando“, avisou a cantora em seus stories.

Em sua conta do Instagram, Luisa Mell abordou diversos pontos pelos quais vêm sendo criticada desde sua participação na manifestação. “Sim, gente, a manifestação tinha um foco que era ir contra toda essa política ambiental vigente… Para quem quer falar que é histeria, não existe assunto mais importante do que meio ambiente. A água que você toma, o ar que você respira, a comida que você come. Vamos ter que esperar o quê?! Que falte ar, que as pessoas se matem por um copo de água?“, começou argumentando.

E, olha, eu não tenho partido nenhum. Eu sempre fui nas manifestações que eu acreditei, seja de que lado for. A minha bandeira realmente é o meio ambiente. É isso que eu estudo, que eu entendo, essa parte que me move. Para muitos que perguntam ‘Essa culpa é só do [Jair] Bolsonaro?!’. Não, óbvio que não. Eu já falei. Tem vídeos aqui no meu perfil em que eu estou brigando por esse assunto em todos os governos. Eu sempre fiz isso. Tem 20 anos que eu batalho pelas mesmas causas. Não dá para ficar muda/imparcial com tudo isso acontecendo. Agora a gente vai ficar brigando porque tinha bandeira lá [na manifestação]?! Tinha gente lá com a bandeira. Então porque vocês não estavam lá com a bandeira de vocês?“, questionou.

Para finalizar, Luisa Mell ainda rebateu as críticas sobre seu comportamento e os “gritos de guerra” contra o presidente do Brasil. “Sobre falar que eu mandei queimar o presidente. Gente, não tem nada disso. É uma metáfora! Pelo amor de Deus, vira um negócio… Aí querem incitar o ódio contra as ONGs que dedicam suas vidas para fazer um mundo melhor. Vi também as pessoas comentarem que eu não parecia comigo mesma. Quando eu estou lutando por essa causa eu sempre apareço assim. Isso é a coisa mais importante da minha vida!“, disse em um dos trechos.

Hoje (25), Mell também fez um post reforçando o mau caratismo das pessoas em distorcerem suas falas como se ela realmente estivesse ameaçando Jair Bolsonaro. “Falar em colocar fogo no governo é óbvio que foi um trocadilho com o fogo da Amazônia! Mas o problema é que quando não se tem argumentos para discutir sobre a questão, tentam destruir quem faz as denúncias!”, postou em um trecho da legenda.

View this post on Instagram

Aqui vc entenderam o que é uma figura de linguagem? Uma metáfora? Ou realmente elegeram um presidente que fuzila pessoas?!? Óbvio que não, né? E olha q aqui ele tá com um fuzil na mão… e todos sabem q ele realmente gosta de armas! Ao contrário de mim que todos sabem que luto pela vida! Que estava em uma@manifestação popular pacífica…Falar em colocar fogo no governo é óbvio que foi um trocadilho c o fogo da Amazônia! Mas o problema é que qd n se tem argumentos para discutir sobre a questão, tentam destruir quem faz as denúncias! O presidente demitiu o Diretor do Impe qd os números mostraram que o número de queimadas tinha aumentado assustadoramente! Achou que ridicularizar o cientista, chegou até acusá-lo de estar a serviço de alguma ong, seria a solução para o problema! Mas aí, devido ao desmatamento e esta política ambiental desastrosa deste governo as queimadas atingiram uma proporção assustadora! Tentaram falar que era fake news!! Qd n deu mais para negar, tentaram falar que era normal, que todo ano acontece igual. Depois colocou culpa levianamente, sem prova alguma, na ongs! E falou q n poderia fazer nada… q ia fazer o q? Que o exército n poderia ajudar( quem n se recorda, olha meus posta desta semana)… pois bem, Depois de toda a pressão, agora MANDOU AVIÃO da FAB, liberou verbas, está aceitando ajuda internacional. Tudo o que reivindiquei desde o princípio! Mas só foi feito depois de quase 20 dias de tragédias! Nunca tivemos tantos animai silvestres mortos em tão pouco tempo! E vcs querem q eu cale a boca, enquanto a Amazônia é destruída? Mesmo todos sabendo que foi armado o dia do fogo pelos fazendeiros, amparados pela política de Ricardo Salles, que acabou com a fiscalização do Ibama e apoiou madeireiros e pecuaristas? Como o presidente ainda n ordenou uma investigação séria a respeito? E qd a câmara dos deputados discute sobre CPI das queimadas, o partido do presidente quer cpi de ongs… realmente o problema do mundo são as ongs… Tempos sombrios! Acordem! #foraricardosalles

A post shared by Luisa mell (@luisamell) on

O engajamento de Luisa Mell e Anitta com as queimadas na Amazônia não é para menos. A floresta, que tem papel fundamental na existência saudável da humanidade, está em chamas há mais de 20 dias como resultado do tempo seco e dos desmatamentos. Assim como em São Paulo, várias cidades do Brasil e do mundo organizaram manifestações exigindo atitudes concretas para resolver a situação.

Além da voz de “Bang”, outras celebridades no mundo inteiro se manifestaram sobre o problema que o Brasil enfrenta. Ariana Grande, Khloé Kardashian, Kris Jenner, Leonardo Di Caprio, Gisele Bundchen e Kris Jenner foram apenas alguns dos nomes que se manifestaram publicamente. “Isso é aterrorizante e de partir o coração. Isso me faz querer chorar de frustração. O que nós estamos fazendo? Estamos literalmente destruindo nosso milagre de um lar. Sinto muito, Terra“, escreveu Camila Cabello.

Veja o comentário de Anitta em post de Luisa Mell na íntegra:

Amiga, amei muito esse seu vídeo com as crianças. Me emocionei. Mas ontem fiquei triste com a passeata sobre a Amazônia. Estava doida pra compartilhar os vídeos, mas daí vim um monte de gente xingando o presidente, alguns com bandeiras vermelhas se aproveitando da situação para promover outro partido. Eu entendo as razões pelas quais o governo atual não tem sido nada favorável às questões ambientais e sociais (quando se trata da questão LGBT, por exemplo). Entendo que tenha se tornado uma guerra política. Mas não acho que xingamentos e agressividade seja o caminho. O presidente foi eleito pela democracia, e seus eleitores vão sentir o mesmo que os eleitores de Dilma sentiram quando tiraram ela do poder aos gritos. Isso pode virar uma guerra civil e nada ajudaria a questão principal que amamos, a natureza. Além disso, você nunca conseguirá fazer o outro lado te escutar se chegar de forma agressiva. Vai fazer com que eles fechem ainda mais os ouvidos ao que você tem a dizer e dará armas para te diminuírem usando seu próprio comportamento. Você sabe que foi você quem me fez abrir os olhos para a questão ambiental, e eu te amo e sou grata a você eternamente por isso e pelo que faz pelos animais e meio ambiente. Mas não deixe a raiva falar mais alto. Não desça ao nível das pessoas que repudia. Sei que é triste, mas precisamos manter a disciplina de quem sabe pelo que luta e tem consciência tranquila de seus atos. E você é essa pessoa. Você conhece os bastidores da minha vida. Quantas vezes você não me perguntou porque eu não partia para cima das pessoas X ou Y que estavam me prejudicando? Quantas vezes você me disse que não teria saco para coisa tal que tava me acontecendo? Eu te respondi que com calma eu ia conseguir. E você vê hoje eu conseguindo. Me ferrei? Muito. Engoli sapo? Muito. Mas pelo menos cheguei ao meu objetivo. Vamos pensar nisso juntas. Te amo muito muito