Ator de “Frozen”, Josh Gad rebate petição online de fãs que pedem remake da oitava temporada de “Game of Thrones”

Josh Gad, querido, o senhor é afrontoso mesmo! Nesta quinta-feira (16), o ator acordou sincerão e mandou um recado direto e reto para os fãs de “Game of Thrones”. O dublador de Olaf na animação “Frozen”, da Disney, usou suas redes sociais para expressar sua opinião sobre os movimentos online que pedem à HBO uma regravação de toda a oitava temporada do programa.

Tudo começou nesta semana, quando fãs insatisfeitos com os últimos acontecimentos da temporada final resolveram criar uma petição online em que pedem formalmente à HBO que regrave os seis episódios com novos roteiristas. “David Benioff e Weiss D.B. provaram que são escritores lamentavelmente incompetentes quando eles não têm os materiais originais (os livros de George R.R. Martin). A série merece uma temporada final que faça sentido. Subverta minhas expectativas e faça acontecer, HBO!“, escreveram no manifesto.

Com mais de 600 mil assinaturas, o abaixo-assinado, que pede para os apoiadores escreverem os motivos pelos quais acreditam que a emissora acate a mudança, chamou a atenção do ator que fez um tweet e depois o repostou em sua conta do Instagram. “Para as 35.000 pessoas que gastam o tempo livre de seus dias para escrever à HBO para dizer-lhes que devem refazer ‘Game of Thrones’, (porque) você não gosta do arco da mulher voando com um dragão, que tal usar essa energia para escrever para as autoridades pararem de forçar as mulheres a ter um bebê de estuprador“, escreveu. Eita! Acompanhe o número de participantes do abaixo-assinado clicando aqui.

https://www.instagram.com/p/BxiVjRjF5no/

Josh faz referência à polêmica lei aprovada no Alabama, que proíbe o aborto quando a gestação passar de seis semanas e vem mobilizando milhares de internautas, principalmente no Twitter, que levantaram a hashtag “AbortionIsAWomansRight” como uma das mais comentadas em todo o mundo.

A oitava e última temporada de “Game of Thrones” chega ao fim no próximo domingo (19), às 22h, na HBO.