Famosos

Eita! ‘Menina da Água Fiji’ é processada pela empresa; TMZ revela detalhes do contrato que ela não quis!

Pedro Hosken - Publicado em 08/02/2019 às 18:11
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

OMGGG! Depois de ser processada pela modelo Kelleth Cuthbert – a ‘Menina da Água’ do Globo de Ouro, a Fiji Water Company decidiu contra-atacar na justiça! De acordo com informações do site TMZ, a empresa teria entrado com uma ação contra Kelleth, alegando que essa estaria tentando extorquir a companhia, na tentativa de conseguir um ‘acordo financeiro melhor’.

A Fiji afirma que a modelo tinha um contrato válido para ser uma embaixadora da marca pelo valor de US $ 90 mil (cerca de 336 mil reais). O acordo contemplaria o uso de sua imagem para uma campanha publicitária. De acordo com a famosa companhia, Cuthbert teria tentado contornar o contrato, ‘processando a própria empresa que é inteiramente responsável por fornecer a ela a oportunidade e os meios para capitalizar seus 15 minutos de fama na Internet’.

Os responsáveis pela marca ainda garantem ter vídeos e fotos de Cuthbert assinando seu contrato, que ela alegou não ter feito. Através do processo, a Fiji esperaria pela total desvinculação de Kelleth com a marca e também cobraria um valor – não divulgado pelo site – de danos pelo cancelamento da camapanha.

Ela fez muito sucesso no Red Carpet do Golden Globes, lembram?! (Foto: SplashNews.com)

A ação da empresa chega menos de dez dias do processo movido pela modelo. Na ocasião, segundo informações do site Deadline, a jovem – que ganhou notoriedade no início do ano enquanto trabalhava no Red Carpet do “Globo de Ouro”, carregando uma bandeja da água Fiji – alegou no Tribunal Superior de Los Angeles que a marca estaria usando sua imagem sem autorização.

De acordo com os documentos, já no dia seguinte da cerimônia, recortes de papelão com fotos de Kelleth teriam começado a circular por lojas de West Hollywood. Que rápidos! Nesse mesmo dia, a empresa teria tentado convencer a modelo com mimos para que ela cedesse os direitos da sua imagem, sem sucesso. Mesmo com a recusa, a companhia produziu os tais materiais de marketing com fotos de Cuthbert, que decidiu pela abertura de um processo, pedindo indenização monetária e a descontinuação dos recortes de papelão.

Ao Deadline, a empresa emitiu um comunicado, criticando a decisão da modelo. “Este processo é frívolo e inteiramente sem mérito. Depois do momento da mídia social do Globo de Ouro, negociamos um acordo generoso com a Sra. Cuthbert, que ela violou flagrantemente. Estamos confiantes de que vamos prevalecer no tribunal. Ao longo da nossa história, temos uma excelente reputação trabalhando com talento”, argumentou.

Um recorte de papelão de Kelleth em frente a um supermercado de Beverly Hills. (Foto: CLICKSNAP / BACKGRID)

A morena tornou-se instantaneamente icônica no “Globo de Ouro 2019”. Vestida de azul, ela se posicionou de forma que aparecesse em muitas fotos do tapete vermelho, segurando uma bandeja de água. Atrás dos artistas e olhando para as câmeras, Cuthbert chamou a atenção com seu sorriso tímido e teve as imagens espalhadas incansavelmente pelas redes sociais.

Batizada de “a menina da água”, a modelo se tornou um fenômeno na cerimônia, concedeu entrevistas e até atuou no fim do mês passado como repórter do Super Bowl. Recentemente, Kelleth ainda apareceu como atriz convidada da novela “The Bold and the Beautiful”. Deu pra se esbaldar nessa água, hein?! Resta saber como acabará essa relação em chamas dela com a empresa que chegou a ‘representar’!