Famosos

Mensagem em perfil do ex de George Michael revela suicídio e briga familiar: “Eu te odeio”

Victoria Nascimento - Publicado em 06/08/2018 às 17:25
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Há cinco dias o ex-namorado do saudoso cantor George Michael, Fadi Fawaz, disse que seu email havia sido hackeado. E, após mensagens polêmicas no Twitter, Fawaz ainda não confirmou se a rede social também sofreu alguma tipo de ataque. “Fui informado que meus e-mails foram hackeados. Então, por gentileza, se vocês receberem e-mails da minha conta, me avisem o quanto antes. Muito obrigado”, escreveu o hair stylist.

Mas, a suposta invasão não foi o que chamou atenção no perfil e sim o tipo de publicação feita por lá. Por exemplo, a conta de Fawaz afirmou que Michael, que faleceu em 25 de dezembro de 2016, na verdade se matou. As supostas declarações surgiram depois dos rumores, publicados pelo The Sun, de que Fadi teria ficado de fora do testamento do cantor – sem direito a um centavo da fortuna.

“Como posso me decepcionar com alguém que pôs fim à própria vida? Se alguém é capaz de fazer isso, é capaz de fazer coisas piores com os outros”, dizia post no Twitter de Fadi. “Seu poder provou que poderia fazer uma cidade não reagir ao barulho em horas estranhas. Seu poder também provou para mim que você poderia transformar amigos, familiares e estranhos em mentirosos, covardes e desumanos. E seu superpoder não podia tornar alguém amoroso. E eu não posso esperar para provar isso para você. Com todo o meu ódio”, completou Fadi.

He was my greatest.❤️

Uma publicação compartilhada por Fadi Fawaz (@fadi_fawaz) em

Em outro post, supostamente feito pelo ex, a mensagem foi direta: “George, eu te odeio”. Fadi Fawaz e George Michael ficaram juntos de 2011 até a morte da estrela. De acordo com as informações divulgadas na época da morte de George, a causa teria sido complicações de doenças cardíacas e no fígado.

**Leia também: Lady Gaga pede desculpas após afirmar suicídio do ator de ‘Born This Way’

Fawaz foi quem encontrou o corpo do amado na casa em que moravam na Inglaterra. O empresário de longa data do cantor, Michael Lippman, afirmou à imprensa que a causa da morte foi insuficiência cardíaca.