Pela primeira vez, família de Gugu emite nota oficial, rebate Rose Miriam e expõe detalhes da situação financeira da médica: ‘Faz parte de um grupo seleto de investidores’; Leia a íntegra

Uma das alegações de Rose Miriam di Matteo para entrar na Justiça em busca do reconhecimento de uma união estável com Gugu Liberato – e, com isso, ter direito à parte da herança do apresentador – é a de que estaria passando por dificuldades financeiras desde que ele morreu. A família do apresentador, então, decidiu divulgar um comunicado nesta quinta-feira (20) afirmando que, em vida, ele garantiu que a médica tivesse patrimônios.

É a primeira vez que a própria família de Gugu – e não os advogados do caso – emite uma nota sobre a disputa com Rose. No texto, a mãe e os irmãos de Gugu afirmam que a médica recebeu dele uma casa de alto padrão em Alphaville em fevereiro de 2012, avaliada em torno de R$ 6 milhões, com uma área de 1.020m² e com 898m² de área construída.

Além disso, a nota classifica a mãe dos filhos de Liberato como uma “empresária muito bem-sucedida no olhar do governo americano”, uma vez que o astro fez um investimento de cerca de US$ 500 mil dólares, aproximadamente R$ 2,1 milhões, no nome dela no time Orlando City Soccer. Por isso, ela recebeu o Green Card, documento que permite estrangeiros viverem legalmente nos Estados Unidos.

“Com todas as portas abertas na América, a Dra. Rose faz parte de um grupo seleto de investidores de peso num dos clubes que mais cresce no futebol americano e onde o jogador Kaká passou uma temporada”, descreve o comunicado, acrescentando que apenas Rose e os filhos possuem o Green Card. “Gugu Liberato entrava nos Estados Unidos como turista”, ressalta.

Rose e Gugu com os filhos (Foto: Reprodução/Instagram)

A família ainda afirma que di Matteo recebe mensalmente uma pensão equivalente a 10 mil dólares, cerca de 43 mil reais, para cobrir as despesas da casa. “Todos têm seguro de saúde com ampla cobertura nos Estados Unidos e no Brasil, e João, Marina e Sofia recebem mesada, seguindo uma tradição do Gugu em incentivar os filhos a administrarem suas despesas”, finaliza a nota.

Em entrevista para a Veja, no final de janeiro, Rose Miriam falou que é seu filho mais velho, João Augusto, de 18 anos, quem tem recebido depósitos da tia, Aparecida Liberato, de cerca de mil dólares por semana. O espólio se responsabiliza por todos os outros gastos, como imposto da casa e empregados. De todo modo, ela afirmou que precisaria pedir dinheiro ao jovem, ou a amigos próximos, para suas despesas do dia a dia.

“Isso é um absurdo. Não sou retardada mental, cuido das minhas filhas. Como aceitar um testamento desses? Hoje não tenho acesso a nada. Eles depositam dinheiro para o João. Tive de pedir dinheiro emprestado a uma amiga para fazer compras de mercado”, desabafou a mulher.

Rose e João no velório de Gugu (Foto: Patrícia Devoraes/Brazil News)

Em resposta, a mãe do apresentador, Maria do Céu, afirmou para o programa “Fantástico” que “tudo o que Rose pedia, ele dava”, chegando a mencionar, inclusive, a residência em Alphaville que Gugu havia entregue à mulher.

Na mesma reportagem, a defesa legal da viúva disse que ela teria passado esse imóvel de São Paulo para o nome dos filhos e que eles continuam vivendo na casa da família nos Estados Unidos, que está em nome de uma das empresas do apresentador.

Gugu e Maria do Céu eram muito próximos (Foto: Reprodução/Instagram)

Confira, na íntegra, a nota, que ainda esclarece detalhes sobre o dia da leitura do testamento:

“A bem da verdade. Percebemos que alguns fatos referentes ao espólio do empresário Gugu Liberato ainda não foram bem entendidos por grande parte da mídia, por essa razão, gostaríamos de esclarecer que:

A leitura do testamento se deu 8 dias após o falecimento do apresentador, no mesmo dia do sepultamento, a pedido da família. Esta era a oportunidade de todos os envolvidos estarem reunidos no Brasil, visto que Dra. Rose Miriam di Matteo e filhos residem em Orlando, USA, e um outro herdeiro no Canadá. Cogitou-se aguardar alguns dias, mas Dra. Rose pediu que marcasse o seu retorno à América junto com os filhos no dia seguinte justificando que estavam em período de provas escolares. Até hoje este foi o único momento em que todos se reuniram pois não retornaram para a missa e apenas João veio para as festas de fim de ano. Por ocasião da leitura do testamento, Dra. Rose estava acompanhada do seu irmão, além dos herdeiros, advogados e dois tabeliães que registraram em ata com fé pública. Reafirmamos que em nenhum momento a Dra. Rose foi induzida ou coagida. A presença dos tabeliães foi para tirar as dúvidas dos presentes e evitar alegações de terem assinado sem ler.

Sobre a situação financeira da Dra. Rose Miriam di Matteo

Apesar dos comentários de estar passando por dificuldades financeiras além de uma casa de alto padrão em Alphaville que recebeu do apresentador em fevereiro de 2012, avaliada em torno de R$ 6 milhões, em uma área de 1.020m2 e com 898m2 de área construída, a Dra. Di Matteo é empresária muito bem-sucedida no olhar do governo americano. Graças ao investimento de cerca de US$ 500 mil dólares feitos por Gugu Liberato em seu nome no Orlando City Soccer, ela recebeu o Green Card (documento que permite estrangeiros viverem legalmente nos Estados Unidos). Com todas as portas abertas na América, a Dra. Rose faz parte de um grupo seleto de investidores de peso num dos clubes que mais cresce no futebol americano e onde o jogador Kaká passou uma temporada. Vale ressaltar que o Green Card é exclusivo da Dra. Rose e filhos. Gugu Liberato entrava nos Estados Unidos como turista. E ainda é importante lembrar que ela recebe mensalmente uma pensão equivalente a 10 mil dólares para cobrir as despesas da casa. Todos têm seguro de saúde com ampla cobertura nos Estados Unidos e no Brasil, e João, Marina e Sofia recebem mesada, seguindo uma tradição do Gugu em incentivar os filhos a administrarem suas despesas.”