Vixe! Paris Jackson reage a comparação de 50 Cent sobre Michael Jackson e Chris Brown; rapper responde com indireta a pedofilia! Entenda

Nos últimos dias, Paris Jackson ficou ressentida após alguns comentários do rapper 50 Cent sobre seu pai, Michael Jackson. Recentemente, o artista fez uma série de posts em suas redes sociais exaltando Chris Brown, em detrimento do “Rei do Pop”. Não bastasse isso, ele fez alusão às polêmicas envolvendo o astro. O que não pegou nada bem com a modelo…

Em um de seus posts recentes, 50 Cent fez questão de mostrar sua admiração pelo amigo. “Tudo o que estou dizendo é que eu nunca vi MJ [Michael Jackson] surgir assim”, escreveu o rapper na legenda, que acompanhava um vídeo de Chris dando um mortal no palco. Mas Paris ficou saturada desses “desaforos”, visto que não é a primeira vez que eles acontecem. Foi então que a herdeira de Michael resolveu se manifestar nesta quinta (05).

Através de um comentário na publicação, Paris fez a defesa do talento de seu pai, mencionando um momento histórico de sua carreira. “Super Bowl 1993. Verdadeiras lendas não precisam exercer escandalosas quantidades de energia apenas para segurar sua atenção”, opinou ela. A atriz fez referência ao dia lendário em que Michael ficou imóvel em sua pose no palco por mais de um minuto, e defendeu que a imobilidade também era muito poderosa.

“Quietude, meu amigo. Quietude. Há mais poder na quietude do que você provavelmente pode entender”. Para deixar seu recado bem evidente, Paris completou sua mensagem dizendo que isso não era um ataque a Chris. “E eu digo isso com zero shades para Chris. Eu o amo ternamente… Isso é apenas para você, 50”, adicionou. Eita! Olha só:

Paris Jackson defendeu seu pai, Michael Jackson, quando ele foi menosprezado por 50 Cent (Foto: Reprodução/Instagram)

Com a repercussão disso tudo, 50 Cent abriu a boca mais uma vez. Agora, ele polemizou o assunto ao trazer à tona os casos de pedofilia em que Michael estaria supostamente envolvido. “Por que eu sou o cara mal, eu entendo como você se sente, Paris, mas alguém liga para como a b*nda daqueles garotinhos se sentem?”, disse ele, compartilhando uma notícia sobre o caso. Confira:

As polêmicas sobre Michael voltaram a repercutir após a estreia de “Leaving Neverland”, documentário da HBO. No longa, Wade Robson e James Safechuck alegam ter sido vítimas do cantor quando crianças, e relatam isso em seus depoimentos. Há muitos anos, esses casos até foram julgados e acabaram inocentando o artista, mas os dois envolvidos reafirmam suas acusações. Após o documentário, a família Jackson teceu críticas e apontou várias inconsistências na produção.

Até o momento, Paris não voltou a se pronunciar sobre o assunto. Mas que situação chata, hein?