Bolsonaro acusa Leonardo DiCaprio de ter financiado incêndios na Amazônia: “Dando dinheiro pra tacar fogo”; entenda!

Leonardo DiCaprio se tornou assunto na política brasileira? Temos pra hoje! Na noite desta quinta-feira (28), o Presidente da República, Jair Bolsonaro, acusou o astro de estar financiando as queimadas na Amazônia. Há anos, o ator é muito engajado nas causas ambientais e tem desembolsado recursos para a luta contra as mudanças climáticas. Contudo, o chefe de estado o colocou como um dos culpados pelos danos à floresta.

Desde agosto, quando os focos de incêndio na Amazônia viraram preocupação mundial, Bolsonaro assumiu o discurso de que ONGs (Organizações Não-Governamentais) poderiam ser as responsáveis pelas queimadas. Desta vez, ele reforçou sua opinião. “Uma ONG ali pagou R$ 70 mil por uma foto fabricada de queimada. O que é mais fácil? ‘Toca’ fogo no mato”, disse.

“Tira foto, filma, manda para a ONG, a ONG divulga, entra em contato com o Leonardo DiCaprio e o Leonardo DiCaprio doa US$ 500 mil para essa ONG”, adicionou ele sobre sua suposição, sem embasamentos comprovados. Então, o presidente incitou que a ajuda promovida pelo ator estaria prejudicando a situação. “Leonardo DiCaprio, você está colaborando com as queimadas na Amazônia”, alegou Bolsonaro, em meio às risadas. Assista aqui:

Na manhã desta sexta (29), o político tornou a mencionar o intérprete de Jack Dawson em “Titanic”, apontando mais uma vez o artista como um dos responsáveis pela tragédia ambiental. “Agora, o Leonardo DiCaprio é um cara legal, não é? Dando dinheiro para tacar fogo na Amazônia”, comentou em tom irônico, durante um encontro com apoiadores. Confira aqui:

Não é de hoje que DiCaprio está envolvido na luta pelo planeta. Em 2014, ele foi nomeado Mensageiro da Paz da ONU e, desde então, tem discursado frequentemente sobre o assunto. Em julho, o ícone de Hollywood juntou-se a outros dois multimilionários – Laurene Powell Jobs, viúva de Steve Jobs, e Brian Sheth, presidente do fundo “Vista Equity Partners” – para criar a “Earth Alliance”, ONG que cuidará especificamente da causa do meio ambiente.

Na época em que as queimadas na Amazônia estavam nas principais manchetes mundiais, diversas estrelas se manifestaram, e é claro que DiCaprio não ficaria para trás. Em uma publicação já deletada, Leo compartilhou sua indignação com a falta de cobertura da mídia mundial sobre o fato.

Em 2014, Leonardo DiCaprio tornou-se Mensageiro da Paz da ONU, levando o trabalho da Organização pelo mundo. (Foto: Getty)

“Aterrorizante pensar que a Amazônia é a maior floresta tropical do planeta, criando 20% do oxigênio da Terra, basicamente os pulmões do mundo, está pegando fogo e queimando pelos últimos 16 dias e contando, sem literalmente nenhuma cobertura da mídia, absolutamente. Por quê?”, questionou ele. Vale lembrar que, na verdade, o “pulmão do mundo” são as algas, por produzirem uma enorme quantidade de oxigênio. O que não tira toda a importância da vegetação das florestas, né?!