Demi Lovato dá buquê de rosas para si mesma e o cartão é emocionante; vem ver!

Autoestima é tudo! Dois dias após vir à tona, a notícia de que Demi Lovato terminou o relacionamento de quatro meses com o designer Henry Levy, a cantora usou seu Instagram Stories para compartilhar a imagem de um buquê de flores que ela ganhou de alguém especial: ela própria. O arranjo lindo era composto de rosas brancas e rosas.

“Às vezes, vocês precisa mandar flores para si mesma”, escreveu na foto, acrescentando a hashtag “amor próprio”. O buquê ainda vinha com um cartão bonito, no qual estava escrito: “Você é bonita, você é amada, e você merece uma vida feliz e saudável”. Merece mesmo!

(Foto: Reprodução/Instagram)

O registro de Demi vem um dia após a cantora postar uma foto de sua mais recente tatuagem — coincidentemente, uma rosa, feita em um dos dedos da mão. De acordo com o ET Online, a tatuagem é uma homenagem a um marco importante na vida da cantora: seis meses de sobriedade.

View this post on Instagram

Hi 🌹

A post shared by Demi Lovato (@ddlovato) on

A voz de “Sorry Not Sorry” foi vista ao lado de Henri Levy pela primeira vez em novembro passado. Na ocasião, eles foram flagrados aos beijos depois de jantarem juntos num restaurante em Beverly Hills, Califórnia, meses após a saída de Demi da clínica de reabilitação. Um período conturbado, afinal, a estrela havia sofrido uma overdose em julho de 2018.

O relacionamento de Demi com o estilista era discreto, com exceção de poucas vezes nas quais os dois compartilharam com o público uma foto ou um vídeo juntos. Eles também foram flagrados bem felizes enquanto passeavam por Aspen, no Colorado, no dia 1º de janeiro deste ano, como nós já havíamos dito aqui. A última foto da intérprete de “Tell Me You Love Me” com o ex-namorado foi publicada por ele no dia 14 de janeiro em Paris.

De acordo com o ET Online, uma fonte garantiu na última segunda-feira (4) que Demi está comprometida no momento com sua sobriedade. O informante ainda acrescentou que a cantora não está mais desperdiçando seu tempo com as pessoas que ajudaram a “permitir” que ela chegasse ao ponto de sofrer uma overdose.

Certíssima, né? A recuperação precisa vir em primeiro lugar!