Drake diz que não pretende perdoar Kanye West por revelar seu segredo mais íntimo e duvida de declaração do rapper: ‘Não posso consertar isso por ele’

Não contente em lançar um novo clipe na véspera de Natal, Drake resolveu compartilhar ontem (25), uma entrevista de mais de duas horas com seus fãs. É praticamente um filme, minha gente! Kkkk. O canadense abriu as portas de seu novo lar em Toronto, Canadá, para dois entrevistadores, e participou do “Rap Radar”.

Após muita conversa sobre sua vida profissional, chegamos em um assunto meio polêmico. O canadense já teve desentendimentos com os rappers Kanye West e Pusha-T. Ele acusou o marido de Kim Kardashian de ter revelado a existência de seu filho Adonis – até então anônimo – para Pusha, que, por sua vez, lançou a música “The Story Of Adidon”, na qual expunha o garoto para ao mundo.

Sem titubear, Drizzy disse não acreditar mais na amizade de Kanye . “Eu acho que ele meio que recrutou um cara [Pusha] que tinha o mesmo desgosto em relação a mim. Não importa o que ele diga nas entrevistas. Ele pode dizer pra qualquer um que ‘sente amor por mim’, ou algo do tipo, mas isso não é amor. É… tem algo ali que o incomoda profundamente. E eu não posso consertar isso por ele, então é o que é”, disparou a voz de “One Dance”.

Ele prosseguiu, dizendo que não é mais um fã do rapaz como antes. “Não posso virar as costas pra tudo que já disse sobre ele. Ainda diria que ele é um dos meus artistas favoritos, mas as coisas mudaram. Eu não sou mais apenas um garoto que é só um fã dele. Agora temos assuntos pessoais, e como eu disse, não posso consertá-los por ele”, frisou. Quando questionado se se sentaria para uma conversa com Yeezy, Drake negou: “Não, na verdade, porque não está nas minhas mãos. Eu não tinha nenhum problema com esses caras. Eu nem os conheço tão bem”.

(Foto: Getty)

Ele mantém a mesma opinião a respeito de Pusha-T. “Eu não tenho nenhum desejo de consertar nada com aquela pessoa. Vou dizer uma coisa, tiro meu chapéu para a jogada dele. Quer dizer, foi uma jogada de mestre. E definitivamente assegurou minha primeira ‘derrota’ no competitivo esporte do rap. Por escolha, obviamente, porque eu me curvei depois de perceber que esse espaço entre nós o permitiu jogar pro mundo essa bomba, que se tornou tudo que as pessoas se importavam”, lembrou o artista, mencionando Adonis.

Na sequência, Drake ainda insinuou que o artista só ganhou relevância por sua conta. “Ele contou pro mundo que o maior artista daquela era tinha um filho, que ele, por sua vez, não tinha te contado. Pra mim, estava tudo acabado ali. Eu não estava na vibe de comprar essa batalha de rap – a informação que vazou era muito chocante. Mas aí eu percebi que ninguém se importava com esse cara, e não teria nada que eu pudesse dizer que seria mais forte que ‘Drake tem um bebê’. Então ele ganhou”, mencionou o músico, despreocupado.

“Ele construiu uma carreira inteira em cima disso. Algumas pessoas gostam de suas músicas. Eu, pessoalmente, não gosto porque não acredito em nada daquilo”, concluiu Champagne Papi. Eitaaa! Não economizou saliva, hein?! Assista ao vídeo completo, abaixo: