Famosos

“Empire”: Showrunner se abre sobre polêmicas envolvendo Jussie Smollett: “Sentimos dor, raiva, tristeza e frustração”

Gabriel Bastos - Publicado em 20/03/2019 às 23:29
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Tem sido difícil para eles! Após todo o escândalo envolvendo Jussie Smollett, o showrunner de “Empire”, Lee Daniels, falou sobre como todos na equipe têm se sentido. Segundo ele, todos passaram por um mix de emoções após o caso envolvendo Smollett. “Não é para isso que a série foi feita”, comentou.

Em seu Instagram, Lee fez um aceno aos seus seguidores, e compartilhou um vídeo em que aproveitou para falar da loucura dos últimos dias. “Meu Deus. Essas últimas semanas têm sido uma montanha-russa bizarra”, disse o diretor. De acordo com ele, ainda é complicado reagir aos fatos que aconteram. “Nós, eu e meu elenco sentimos dor, raiva, tristeza, frustração e realmente não sei como lidar com isso” adicionou. Confira:

Jussie Smollet (Foto: Gabriel Olsen/Getty Images)

Por fim, ele lamentou a questão ao dizer que não é esse o propósito de “Empire”, que busca justamente unir as pessoas. “Não é para isso que a série foi feita. Ela foi feita para tornar a América unida, para falar sobre atrocidades acontecendo bem agora nas ruas”, explicou Daniels. No entanto, na legenda de sua publicação, ele reforçou e escreveu que estava melhor: “Estou de volta e estou finalmente bem”. Confira:

Relembre o caso

No fim de janeiro, Jussie registrou um boletim de ocorrência, alegando que teria sido atacado durante a madrugada, quando voltava para casa sozinho. Segundo o ator, dois homens teriam gritado ofensas racistas e homofóbicas a ele, quebrado uma de suas costelas, amarrado uma corda em seu pescoço e jogado alvejante em seu corpo.

Contudo, em fevereiro, após muitas reviravoltas, Jussie foi detido após virar suspeito de ter organizado uma agressão forjada contra si mesmo. As 16 novas acusações são divididas em duas categorias. Uma tem relação com o primeiro depoimento do ator sobre o caso, quando ele afirmou ter sido espancado e xingado por dois desconhecidos enquanto voltava para casa na madrugada do dia 29 de janeiro. Já a outra está ligada à sua segunda entrevista para a Polícia de Chicago. Ainda no fim do mês, a produção de “Empire” anunciou que o ator foi vetado da reta final da temporada atual da série, alegando que buscam apenas evitar mais interrupções no set de filmagens.