(Foto: Getty/Reprodução)

Gal Gadot reavalia cover de “Imagine” feito durante a pandemia: “De mau gosto”

Em entrevista à InStyle, a atriz voltou atrás sobre o projeto divulgado em março de 2020: “Foi prematuro”.

Arrependimento é uma palavra muito forte… Mas Gal Gadot, que em março de 2020 recrutou um time de celebridades para gravar um cover de “Imagine” durante a pandemia, hoje avalia a ideia como sendo de “mau gosto”. Na ocasião, a atriz pretendia levar esperança aos seguidores durante os tempos difíceis, assim como sugere a letra da canção de John Lennon. Apesar de ter viralizado e acumulado mais de 1 milhão de curtidas, a produção dividiu opiniões na web.

“Essa controvérsia de ‘Imagine’ é engraçada. Eu liguei para a Kristen Wiig e falei: ‘Escute, quero fazer uma coisa’. A pandemia já estava na Europa e em Israel antes de chegar aqui [nos EUA] da mesma forma. Eu estava vendo para onde tudo estava caminhando. Mas [o vídeo] foi prematuro. Não era o momento certo e não era a coisa certa. Era de mau gosto. Tinha intenções puras, mas às vezes você não acerta no alvo”, avaliou a artista, em entrevista à InStyle.

A estrela de “Mulher-Maravilha”, inclusive, lembrou de uma situação na qual tirou sarro de si mesma, por conta do tal vídeo. Ao receber um prêmio no Elle Women in Hollywood Awards, realizado em outubro do ano passado, Gal subiu ao palco e, antes de fazer seu discurso de agradecimento, começou a cantar o hino do ex-Beatle. “Eles tinham um microfone ali, e pareceu a piada certa a fazer. Eu não me levo muito a sério… Queria tirar sarro de mim mesma, e esse evento foi a oportunidade perfeita para fazer isso“, declarou.

Gadot já havia comentado sobre o vídeo anteriormente, em entrevista à Vanity Fair no final de 2020: “Às vezes você tenta fazer uma boa ação e simplesmente não é a boa ação certa”, disse ela. “Eu não tinha nada além de boas intenções e veio do melhor lugar. Eu só queria enviar luz e amor para o mundo. Mas sim, eu comecei aquilo e eu posso apenas dizer que queria fazer algo legal e puro, mas essa ideia acabou não sendo transmitida”.

O cover de “Imagine”

Para quem não se lembra, em março de 2020, Gal convocou vários artistas de peso como Sia, Jamie Dornan, Amy Adams, Will Ferrell, Zöe Kravitz, Mark Ruffalo, Jimmy Fallon, Norah Jones, Natalie Portman, Cara Delevingne e Ashley Benson para cantarem trechos da música “Imagine”, clássico de John Lennon. A intenção do projeto era passar uma mensagem de esperança e união em meio à pandemia do coronavírus.

Na legenda da publicação, a artista confessou que a quarentena havia feito dela uma pessoa mais reflexiva. “Preciso dizer que esses dias estão fazendo com que eu me sinta um pouco filosófica. Sabem, esse vírus afetou o mundo inteiro. Não importa quem você seja, de onde você vem, estamos todos juntos nessa”, acrescentou em seu texto. Relembre:

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Gal Gadot (@gal_gadot)