Fotojet (4)

Ivy Moraes registra boletim de ocorrência contra ex-marido e faz desabafo: “Gente ordinária”; jornalista revela suposto motivo

Sem citar o nome do ex, a modelo usou as redes para falar de processos “pessoais e chatos” que está enfrentando e mencionou um roubo

Na última terça-feira (22), Ivy Moraes, participante do “BBB 20“, registrou um boletim de ocorrência em Belo Horizonte contra o ex-marido, Rogério Fernandes. A informação foi confirmada ao Splash, do UOL, pela assessoria de imprensa da modelo. O motivo da denúncia não foi revelado por Ivy, por se tratar de um caso que corre em segredo de Justiça.

Entretanto, segundo Leo Dias, do portal Metrópoles, o imbróglio teria se iniciado após Rogério fazer saques no valor total de R$ 17.171,00 de uma conta conjunta que possuía com Ivy antes do divórcio. De acordo com a queixa-crime, obtida pelo jornalista, a mineira só teria percebido o furto do dinheiro, proveniente de publiposts feitos por ela, após realizar uma consulta com o banco. Ao descobrir que o ex-jogador sacou R$ 12.500 no dia 11 deste mês, e depois mais R$ 4.671 no dia 17, a modelo teria telefonado para Fernandes para conversar, mas ele supostamente se recusou a devolver a quantia.

Continua depois da Publicidade

Ainda ontem (23), Ivy apareceu nos Stories do Instagram para fazer um desabafo. Sem citar o nome do ex-marido, a mineira disse estar enfrentando processos “pessoais e chatos” e mencionou um roubo: “Tive um problema muito grave, mas uma parte já foi resolvida. Estou nesse processo de coisas chatas e pessoais há um tempo. Venho sendo surpreendida cada vez mais negativamente com algumas pessoas, mas tudo bem. Cada um dá o que tem. Vamos lidando de forma madura, mesmo que a gente saia do eixo em algum momento”.

Moraes reforçou que as pessoas “colhem o que plantam” e destacou que está pagando por escolhas erradas feitas no passado. “Existe muita gente ordinária nessa vida. Pode ser a pessoa que está dormindo ao seu lado e você nem imagina. Como dizia minha avó, coração dos outros é terra que ninguém pisa. A pessoa te rouba na cara dura e ainda te chama de ingrata. Então a gente tem que rir numa situação dessas e pedir pra Deus muita sabedoria e discernimento”, concluiu. Assista: