Kim Kardashian Marilyn Vestido

Kim Kardashian: Fotos revelam antes e depois de vestido de Marilyn Monroe após “empréstimo” para estrela; web lamenta

Imagens mostraram como o vestido histórico teria sido danificado depois que Kim Kardashian vestiu a peça de 60 anos

A polêmica de Kim Kardashian e o vestido de Marilyn Monroe ganhou mais um capítulo nesta segunda-feira (13). Imagens divulgadas nas redes sociais mostraram danos que teriam sido causados pelo uso da peça histórica no “MET Gala 2022”, quando a empresária deu o que falar ao vestir o look das estrela novamente.

Kim foi ao tradicional baile de gala com o vestido usado por Monroe 60 anos atrás – na ocasião épica em que a atriz cantou “Happy Birthday Mr. President” para John F. Kennedy, então presidente dos Estados Unidos. Depois do evento fashion, o item voltou a ser exibido ao público no museu Ripley’s Hollywood. Agora, registros dele viralizaram na web, indicando como a peça teria voltado mais alargada depois do “empréstimo” para Kardashian.

Continua depois da Publicidade

A página oficial da coleção particular de itens e arquivos de Marilyn Monroe lamentou a situação pelo Instagram. O perfil divulgou fotos e vídeos do antes e depois, opinando sobre essa situação. “O vestido em exibição no Ripley’s Hollywood em 12 de junho de 2022. Tanta coisa para manter ‘a integridade do vestido e a preservação’. Ripley’s, valeu a pena?”, indagou a conta.

Em outro post, a coleção expôs como o vestido de Marilyn ainda teria voltado com outras avarias, como pequenos danos em seus cristais. “Caso você não tenha percebido… Cristais faltando e alguns pendurados por um fio”, disse a página, com mais um antes e depois.

Muitos internautas pelo mundo também expressaram suas queixas sobre a situação. “As costas do vestido da Marilyn do JFK agora… Parece algo ilegal”, escreveu um perfil no Twitter. “Eu sou fã da Marilyn e isso pra mim foi uma tragédia anunciada. É óbvio que ia estragar um vestido que foi costurado no corpo da dona! A Kardasha (sic) tem grana pra reproduzir esse vestido com QUALQUER estilista. Mas pra hypar, fez o que fez. Parabéns pelo ‘respeito’”, criticou a youtuber Maíra Medeiros.

Continua depois da Publicidade

“Kim nunca deveria ter usado este vestido, pra começar. Quer dizer, sim, é legal fazer uma homenagem a Marilyn, mas ela poderia fazer um novo vestido e replicá-lo. Esse é um artefato atemporal e icônico que foi arruinado”, lamentou uma outra conta. Veja:

Relembre o caso

O “MET Gala” deste ano trouxe o tema “Na América: Uma Antologia da Moda”, homenageando a evolução do estilo norte-americano e a ascensão dos primeiros designers reconhecidos nos EUA. Para a ocasião, Kim se inspirou em um dos maiores símbolos da moda da história do país: a atriz Marilyn Monroe. No entanto, a própria socialite admitiu como foi difícil entrar no vestido da estrela. Uma das medidas para conseguir isso foi uma dieta extrema à qual se submeteu para baile.

Continua depois da Publicidade

“Bem, este é o vestido de Marilyn Monroe e tem 60 anos e ela usou isso quando cantou ‘Feliz Aniversário’ para o presidente JFK”, afirmou Kim à Vogue. “Eu tive essa ideia de experimentar e então eles vieram com guardas armados e luvas”, relatou. O vestido originalmente custou US$12.000 (cerca de R$60 mil) e era tão apertado que teve que ser costurado no corpo de Marilyn.

Kim Kardashian no MET Gala 2022. (Foto: Getty)

Entrar no vestido vintage – que não pode ser alterado devido ao tremendo valor histórico da peça – foi um desafio para a empresária, já que seu corpo e o de Monroe são diferentes. “Eu experimentei e não serviu em mim. Eu disse: ‘Dê-me três semanas'”, afirmou Kim. Ela então revelou que perdeu cerca de 7kg para usar o look. “Foi um grande desafio. Era como um papel [em um filme]. Eu estava determinada a me encaixar nele. Não como carboidratos ou açúcar há cerca de três semanas”, declarou Kim.

Continua depois da Publicidade

O truque: uma réplica para usar na maior parte do evento

Apesar das alfinetadas pela dieta e também por ter retirado a peça do acervo, Kim disse ter tomado muitos cuidados para preservar o look. Considerado um dos vestidos mais icônicos da história, o modelo usado por Marilyn detém o recorde de vestido mais caro vendido em leilão – ele foi adquirido pelo museu Ripley’s Believe It or Not!, em 2016, por US$ 4,8 milhões (cerca de R$24 milhões).

Marilyn Monroe cantando “Happy Birthday, Mr. President” em 1962. (Foto: Getty)

O look tem mais de 6 mil cristais aplicados e foi baseado em um croqui de Bob Mackie para o figurinista francês de Jean-Louis. “Pensei, qual a coisa mais americana de todas? E é claro que é a Marilyn Monroe”, disse Kim. Devido à natureza frágil do vestido, ela só usou o modelo por alguns minutos, não utilizou cremes ou perfume e na sequência, o trocou por uma réplica idêntica. “Respeito muito o vestido e o que ele significa para a história americana. Eu nunca gostaria de sentar, comer ou correr o risco de qualquer dano acontecer a ele” , declarou.