Kristen Stewart conta o que avalia antes de ficar com alguém, e revela conversar com espíritos: ‘Sou muito sensitiva’

Ela é top, capa de revista! Kristen Stewart está num momento ótimo de sua carreira e é estrela da nova edição da Vanity Fair!

Conhecida por sua relutância em relação à fama, a atriz de 29 anos, escalada para o remake de “As Panteras”, confessou à revista que passou a abraçar alguns bons pontos trazidos pelo estrelato. Além disso, ela também abriu o jogo sobre sua vida amorosa, profissional e até mesmo espiritual.

A família de Kristen já trabalhava na indústria de cinema e foi assim que ela se envolveu no meio. “Eu ficava nos sets com meus pais quando era pequena e aí perguntei se podia fazer um teste pra alguma coisa, já que via tantas crianças por ali. Eu nem queria ser atriz, eu só queria ficar por lá”, contou. “Eu estava fugindo da formação acadêmica. No entanto, fico muito intrigada com isso. Eu reverencio isso. Tenho quase 30 anos, mas me sinto uma criança. Eu não fui para a escola. Sinto um grande peso nas minhas costas”, desabafou.

De acordo com a entrevistadora, questionar a vida amorosa da estrela chegava a ser meio inútil, visto que a atriz sempre tinha tiradas muito rápidas e engraçadas para se esquivar e manter sua privacidade. De toda maneira, ela contou que “só fica com pessoas que a complementam”. A matéria ainda revelou que Stella Maxwell – ex e suposta atual namorada de Stewart – estava presente no dia dessa entrevista.

Durante o bate-papo, as duas acabaram conversando sobre filmes de terror, o que fez com que a entrevistadora perguntasse à Kristen se ela acreditava em fantasmas. Sua resposta foi surpreendente: “Eu falo com eles. Se eu estiver gravando um filme numa dessas cidades pequenas e esquisitas, ou num apartamento estranho, eu literalmente vou pensar ‘Não, por favor, não consigo lidar. Qualquer outra pessoa, mas não eu’. Quem sabe o que são os fantasmas, né, mas definitivamente sou muito sensitiva com energias. Não só de fantasmas, mas das pessoas. Elas deixam suas marcas nos ambientes o tempo todo”. 

A estrela também revelou que após trabalhar em outros projetos depois da saga Crepúsculo, percebeu o quanto sua bagagem de conhecimentos era pequena. “Eu finalmente tive a chance de ser reconhecida, mas não daquela maneira obsessiva vinda dessa cultura de celebridades, tipo ‘Olha, aquela é a menina do Crepúsculo'”. Ela confessou que hoje sabe lidar melhor com isso, mas na época ficava chateada. “Eu não queria ser o centro das atenções e parecia que eu era uma c*zona. Só que eu não sou rebelde e não quero contrariar ninguém. Só queria que as pessoas gostassem de mim”.

A eterna vampirinha agora embarca numa nova jornada ao interpretar Sabina, no reboot de “Charlie’s Angels” (“As Panteras”), ao lado das colegas Naomi Scott e Ella Balinska. Sua personagem é a herdeira da Park Avenue e se torna espiã internacional. Sabi é amável, exibicionista e tem um coração estúpido. Além de estar sempre comendo, ela tem um fraco em perseguir bandidos e é propensa a manter a calma quando se encontra sob pressão.

Essa é uma reviravolta cômica para Stewart, que garante: “Eu não sou nem um pouco parecida com isso na vida real. A Elizabeth Banks (diretora do longa) colocava frases de efeito no meio das minhas piadas todos os dias. Eu pensava demais, eu fazia tudo de forma lenta. Aí ela ficava tipo ‘Cara, apenas diga mais rápido’“.

A diretora confessou ter escrito as várias piadas e adicionou: “Nós também improvisamos bastante. Venho atuando dessa forma desde que participei do filme ‘Mais um Verão Americano’ – você faz a magia acontecer no momento.” Banks ainda comentou que desenvolveu o papel de Kristen como se estivesse escrevendo uma fan fic. “O que eu gostaria de vê-la fazendo em um filme? Tipo, a fã dentro de mim quer ver a Kristen fazendo isso. Então eu simplesmente criava e ela tinha que fazer”.

Kristen tem uma carreira brilhante e esse projeto vai ser só mais um de seus sucessos, não acham?