Leonardo DiCaprio é questionado sobre cena icônica de ‘Titanic’ e tem reação mau humorada; Brad Pitt e Margot Robbie o provocam — vem ver!

Uma das cenas mais polêmicas da história do cinema é, sem dúvidas, a morte de Jack em “Titanic”. O jovem apaixonado, vivido por Leonardo DiCaprio, cedeu seu lugar à amada Rose (Kate Winslet) em cima de uma porta flutuante após o navio afundar, congelando para sempre nas águas do oceano Atlântico. No entanto, o público nunca comprou a história de que havia lugar apenas para um deles no pedaço de madeira, e a teoria de que Jack poderia facilmente ter sobrevivido ao naufrágio ronda a internet desde então.

Em bate-papo com os astros de “Era Uma Vez… Em Hollywood” durante divulgação do filme, o repórter Josh Horowitz, da MTV, decidiu perguntar à Leonardo o que todos nós temos vontade de saber desde que vimos “Titanic” pela primeira vez, em 1997 (sim, estamos velhos!): afinal, tinha espaço para Jack também em cima da porta, não tinha?

Margot Robbie e Brad Pitt, que estavam com Leonardo na hora, se divertiram com a questão. No entanto, o ator balançou a cabeça, parecendo decepcionado com o fato de que, em 2019, alguém ainda pergunte para ele sobre este assunto! Kkkk “Meu Deus, eu já pensei sobre isso. Eu me lembro de me matar chorando!”, admitiu Margot, tendo a nossa exata reação. No entanto, o nosso eterno Jack disse: “Sem comentários”. 

Jack e Rose na famosa cena… (Foto: Divulgação)

Brad Pitt riu com a reação do amigo, e quando perguntado sobre a questão, ele respondeu: “Isso é engraçado. Vou ver [o filme] de novo e pensar nisso, certamente”. “Essa é a maior controvérsia na história do cinema!”, Margot acrescentou, e Leo finalmente cedeu, brincando: “De todos os tempos!”. Persistente, e fazendo às vezes de repórter também, Margot quis saber: “Você falou sobre o assunto na época, tipo, ‘será que nós devíamos fazer a porta maior?'”. “Como eu disse antes, sem comentários”, devolveu Leo. No entanto, Brad resolveu participar da provocação e perguntou: “Será que você não poderia ter se espremido ali? Será?”. Mais uma vez, a resposta foi “sem comentários”. Essa ferida ainda parece estar aberta, hein? Kkkk No fundo, Leo ficou tão chateado com a morte de Jack quanto nós… ele só não quer criar uma inimizade com o diretor de “Titanic”, James Cameron! Kkkk Veja a entrevista abaixo:

Apesar de Leonardo se manter calado sobre o grande mistério do filme, a outra protagonista de “Titanic”, Kate Winslet, admitiu em 2017 que Jack caberia tranquilamente no pedaço de madeira. Durante cerimônia do SAG AFTRA Foundation, a atriz Kathy Bates introduziu Kate no palco dizendo: “Em uma das cenas românticas mais trágicas da história do cinema, Jack insiste que Rose deve sobreviver, o coração dela seguirá. Ele solta a mão dela e afunda para as profundezas do Atlântico. E eu pessoalmente acho que tinha muito espaço [na porta]!”. Quando Kate subiu no palco, ela concordou: “Ele cabia lá! Ele cabia na porta!”. 

James Cameron não compartilha o mesmo ponto de vista — e o assunto lhe irrita profundamente. “É só idiota. Não tem discussão”, afirmou para a BBC Radio 1. Cameron recebeu o Oscar de “Melhor Diretor” pelo filme em 1998. Voltando ao assunto mais uma vez, ele ainda foi paciente e explicou que ter ou não espaço na porta foge à questão da história. “Mas se você quer mesmo desenterrar todos os argumentos imbecis ligados a isso, vamos lá…”, começou o diretor.

Como exemplo, ele citou outro filme em que o muso Leo DiCaprio morre, “Romeu + Julieta”. “Será que o Romeu poderia ter sido esperto e não tomado o veneno? Sim. Ele poderia ter decidido não levar sua adaga, só em caso de Julieta se cortar com ela? Sim, com certeza. Mas isso meio que foge do ponto,” disse Cameron. Em uma entrevista em 2017 à Vanity Fair, o diretor já havia comentado algo nesse estilo.

“Acho que é meio bobo, na verdade, termos essa discussão 20 anos depois. Mas mostra que o filme conseguiu tornar o Jack tão querido pelo público que machucou vê-lo morrer. Se ele tivesse sobrevivido, o final do filme não teria sentido…”, disse. “O filme é sobre morte e separação, [Jack] tinha que morrer”. E ah como doeu ver os dois pombinhos se encarando enquanto ele morria naquela icônica cena, né?