Não foi protesto! Após polêmica, Jay-Z explica por que ele e Beyoncé ficaram sentados durante o hino dos EUA no ‘Super Bowl 2020’

Esta semana, Jay-Z e Beyoncé enfrentaram críticas nas redes sociais – depois de serem flagrados sentados durante a execução do hino dos EUA no ‘Super Bowl 2020’. Na ocasião, muitos apontaram que o comportamento considerado ‘anti-patriota’ seria um ‘protesto silencioso’ do poderoso casal – que se coloca contra o presidente Donald Trump desde a sua candidatura. Em uma sessão de perguntas e respostas, em palestra dada na Universidade de Columbia, ontem (4), o rapper esclareceu a situação e negou que tenha sido um protesto!

Na verdade não foi, desculpe. Se fosse [um manifesto político] eu diria a você: ‘Sim, foi isso o que eu fiz’. Acho que as pessoas já me conhecem“, declarou Jay, que co-produziu os shows do ‘Super Bowl’ este ano. Em seguida, ele explicou que o nervosismo para que tudo desse certo e a emoção de ver Demi Lovato entoando o hino após as batalhas travadas pela cantora teriam o distraído.

O que aconteceu foi que chegamos lá, estávamos sentados e o show estava prestes a começar. Minha esposa estava comigo e então ela me disse: ‘Conheço essa sensação aqui’. Ela estava super nervosa porque já se apresentou em Super Bowls antes. Eu nunca me apresentei“, lembrou ele, arrancando risos da platéia. “Então chegamos lá e imediatamente entramos no modo artista… Eu estava realmente apenas prestando atenção em tudo do show. O microfone está funcionando? Será que o áudio está bom?“, reproduziu.

Então, o tempo todo em que estávamos sentados, conversamos sobre a performance e, depois disso, Demi [Lovato] apareceu e estávamos falando sobre como ela estava linda, como ela canta bem e o que ela está passando em sua vida – para ela estar no palco, estávamos tão orgulhosos dela. E então terminou e meu telefone tocou. E era tipo ‘Você sabe que não [se levantou durante o hino?]. E eu fiquei tipo ‘O QUÊ????‘”, contou. Confira a cena:

De acordo com Jay, o casal também não submeteria a filha Blue Ivy, de 8 anos, ao protesto. “Blue estava bem ao nosso lado, não faríamos isso com Blue, não a colocaríamos nessa posição. E se alguém conhece a Blue… Se disséssemos a ela que faríamos algo assim, você a teria visto me cutucando 100 vezes. Ela é a criança que entra no carro e fecha a porta e diz: ‘Já chegamos, papai?’ Então ela diria: ‘Que horas [vamos fazer o protesto]? Vamos fazer isso agora? Estamos fazendo isso agora? São 7:05, papai… São 7:06“, descreveu o rapper. hahahahaha

Por fim, o maravilhoso destacou: “Eu não precisei fazer um protesto silencioso. Se você olhar para o palco e os artistas que escolhemos – uma colombiana (Shakira) e uma porto-riquenha (J Lo)   estávamos fazendo a maior declaração política… e tivemos um comercial sobre injustiça social exibido nos intervalos do Super Bowl. Dado o contexto, não precisei fazer um protesto silencioso“. Assista à performance de Demi: