Paris Jackson é chamada de “drogada e depravada” após comentário sobre maconha e defende o seu uso: “Foi receitada para mim”

Paris Jackson teve que lidar com um seguidor bem inconveniente durante uma conversa no Twitter. A jovem estava conversando com alguns fãs quando contou que fez “sanduíches de queijo quente com spaghetti” para comer e eles ficaram deliciosos.

“Estou curioso para saber como você surgiu com essa criação. Eu tenho spaghetti sobrando, talvez eu devesse tentar, mas sem a maionese”, escreveu um internauta. Jackson foi simples na hora de responder: “Maconha.”

A resposta dela, entretanto, não agradou muito um seguidor, que não perdeu tempo em mandar hate para a californiana: “Drogada. Aposto que você usa metanfetamina. Seu pai deve ter vergonha de você. Depravada.”

Paris, então, decidiu rebater o comentário. “Porque uma planta orgânica medicinal da mãe terra com dezenas de propriedades curativas que é legalizada onde eu moro e ajuda pessoas sofrendo ao redor do mundo = metanfetamina”, começou a loira.

“Em vez de tomar remédios venenosos e viciantes, essa incrível medicina da Terra me foi receitada para ajudar com minha depressão, ansiedade, tensão e insônia”, explicou ela.

A luta de Paris Jackson contra a depressão e a ansiedade é antiga. Em janeiro, ela teria se internado numa clínica de reabilitação para “priorizar sua saúde física e emocional”, segundo informações da revista People. Em junho de 2013, quando tinha apenas 15 anos, a jovem chegou a ser hospitalizada após tentar tirar a sua própria vida, em meio a uma crise aguda de depressão.

A filha de Michael Jackson ainda aproveitou o momento no Twitter para se abrir responder outros seguidores sobre o assunto. “Eu fumei cannabis todos os dias por dezessete anos e vou te contar uma coisa: mentalmente eu me sinto cem vezes melhor desde que parei”, disse um internauta.

“Bem, usar todo dia é claramente um problema. Eu não fumo logo que acordo a menos que seja uma ocasião rara. Eu não fumo quando vou trabalhar nem quando dirijo. É um remédio para mim e não uma coisa de todo dia. Mesmo não sendo viciante, parece que você estava abusando”, rebateu Jackson.

Um outro fã comentou que ela não deveria ouvir os haters: “Eu realmente acho que você deveria apenas ignorar essas tentativas bobas de se intrometerem nos seus negócios pessoais. Você não deveria ter que falar sobre seu diagnóstico médico porque uma outra pessoa está sendo julgadora e ignorante.”

“Concordo, mas 20% da população lidam com alguma das coisas que eu citei. Eu acho que é bom para as pessoas que me seguem saber que eles não estão sozinhos, e, para aqueles que tem uma percepção de manequim das celebridades, que eu sou humana também”, finalizou Paris.

Bem fada consciente, né?