Ator Simon Rex, colega de Meghan Markle em série, revela proposta ‘indecente’, que recebeu de tabloide para ‘f*der com a família real’: ‘Neguei muito dinheiro’

O ator Simon Rex, ex-colega de elenco de Meghan Markle na série “Cuts”, revelou que a mídia britânica já tentou o coagir! No passado, o rapaz chegou a receber uma proposta milionária para que mentisse sobre um affair com a esposa de Harry. Eita!

O ator de 45 anos, que por algumas vezes foi chamado de “ex da Meghan”, explicou que nunca se envolveu romanticamente com a morena. “Nada aconteceu. Nós nunca nem nos beijamos. Nós saímos uma vez, mas não era um encontro. Ela só era alguém que eu conhecia por conta do programa de TV e tipo, saímos para almoçar. Foi o só isso que aconteceu”, declarou, durante entrevista ao podcast Hollywood Raw.

Simon contou que, quando fotos desse tal almoço caíram nas redes, foi procurado por diversos veículos. Um jornal britânico, inclusive, lhe ofereceu US$ 70 mil (mais de R$ 350 mil) para mentir e dizer que tinha um caso com Markle.

“Quando a história vazou, vários tabloides me ofereceram dinheiro para mentir sobre o caso, e dizer que a gente tinha realmente ficado. E cara, eu neguei muito dinheiro, porque não era certo mentir e f*der com a família real! Mas era muito dinheiro… Acho que me ofereceram 70 mil”, comentou.

Em 2018, entretanto, Rex brincou que ele e Meghan nunca tiveram um segundo encontro, porque quando tentou beijá-la, num primeiro momento, levou um fora por conta de seu mau-hálito. “Ela recusou. Foi muito constrangedor… Ela disse algo do tipo: ‘Vixe, alho’. Ela não foi rude nem nada. Só foi honesta. Isso é uma piada interna nossa até hoje. Nunca peçam macarrão com alho. Ele acabou com minhas chances”, declarou o astro de “Todo Mundo em Pânico 3” ao jornal The Sun.

Meghan, Harry e o filhinho do casal, Archie. (Foto: Getty)

Na época em que começou a namorar com Harry, Meghan ainda atuava na série “Suits”. Ela deixou a profissão para se casar com o herdeiro do trono britânico. Depois de altos e baixos e fortes críticas da imprensa, o casal decidiu deixar suas funções reais para viver uma vida mais simples e fora da luz dos holofotes.

Ambos, inclusive, chegaram a processar o dono do jornal “Daily Mail”, em outubro do ano passado, acusando o veículo de ter feito “uma campanha sem escrúpulos” contra Meghan. Em um comunicado oficial, Harry explicou que recorreu às medidas legais como uma forma de “se manifestar contra esse tipo de comportamento“, parecido com o dado à sua mãe, Princesa Diana. O ruivo também justificou que dessa maneira, o jornal publicaria menos matérias que “destroem pessoas e vidas“.