Meghan Markle e Príncipe Harry são criticados por decisão em viagem para celebrar aniversário da duquesa: ‘Hipócritas’

Keeping Up With The Royals? Temos mais uma polêmica envolvendo o nome de Meghan Markle e Príncipe Harry. O casal, que anteriormente já foi muito criticado por gastar milhões em uma nova propriedade, dessa vez é alvo de queixas sobre terem ostentado ao fazer uma viagem à Ibiza para celebrar a semana de aniversário da Duquesa.

Markle comemorou 38 anos no dia 4 de agosto e fez um passeio de 6 dias pela ilha, acompanhada do marido e  pequeno filho Archie, que tem apenas 3 meses de idade. A família ficou em uma residência reclusa, fugindo dos olhares de curiosos e levou consigo uma equipe de seguranças para sua proteção.

De acordo com o Daily Mail, assim que pousaram em Ibiza, Harry e Meghan foram recebidos por vários guarda-costas da Polícia Metropolitana, que são financiados por contribuintes, e em seguida foram entregues a cinco policiais espanhóis que os escoltaram para a casa particular.

A decisão pelo uso de um jatinho foi contra o discurso “sustentável e eco-friendly” pregado pelo casal. A aeronave particular emitiu 6 vezes mais dióxido de carbono na atmosfera do que um voo comum, que sairia de Londres, sem escalas, com destino à ilha espanhola. A escolha do transporte gerou vários questionamentos do público.

Ainda no mês passado, a revista Vogue britânica – editada por convidados da duquesa – publicou uma entrevista de Harry com a líder conservacionista Jane Goodall. Nela, o príncipe sugeriu que ele e Meghan só poderiam ter dois filhos por conta de suas preocupações ambientais.

A ativista das mudanças climáticas Greta Thunberg, de apenas 16 anos, foi uma das escolhidas por Meghan para estrelar a capa de uma edição especial da Vogue, intitulada “Forças da Mudança”. Em contrapartida, a jovem embarcou ontem (14) em uma viagem da Inglaterra para Nova York de barco, porque se recusou a viajar de avião.

A fonte ainda revelou manifestações dos críticos, que julgaram a atitude do casal como hipócrita. O antigo membro do Parlamento do UKIP, Patrick O’Flynn, disse: “Isto é realmente, muito, muito mau, PR. É o tipo de comportamento ‘faça o que eu digo, não como faço’ que o público britânico detesta”.

Um porta-voz da instituição “Friends of The Earth”, Aaron Kiely, também lamentou o ocorrido. “O duque de Sussex fala palavras maravilhosas e emocionantes sobre o meio ambiente e depois voa de férias para um destino europeu em um jato particular. Ele poderia ter pegado um trem e depois um barco. Esta teria sido a oportunidade perfeita para estabelecer um exemplo ambiental”, enfatizou.

A viagem aconteceu alguns dias após a participação do Príncipe no Camp Google, na Sicília, em 31 de julho, numa cúpula sobre clima, discutida por celebridades. O MailOnline entrou em contato com o Palácio de Buckingham para obter respostas sobre o caso, mas os porta-vozes se recusaram a comentar.

E aí, qual sua opinião sobre o assunto?