Mesmo quebrando protocolos, Meghan Markle e príncipe Harry teriam deixado rainha Elizabeth “encantada” com turnê real à África; entenda!

A tempestade passou? Após terem movido esforços para melhorar sua reputação, depois da polêmica envolvendo jatinhos particulares, Meghan Markle e príncipe Harry parecem estar agradando a monarquia! Conhecidos por quebrarem vários protocolos, eles teriam “encantado” a rainha Elizabeth II fazendo isso mais uma vez, durante sua visita à África.

Em entrevista ao Daily Express, Richard Fitzwilliams, especialista na família real britânica, comentou que as recentes atitudes de Meghan e Harry devem ter agradado não só a rainha, mas também a todos, com sua “reação eletrizante”. “A forma como Meghan e Harry têm lidado com sua tour pela África do Sul até agora tem sido excepcionalmente informal, desde abraçar, dançar e Meghan não usar seu anel de noivado”, disse ele.

O casal real tem chamado a atenção de todos nessa viagem por diversos fatores. Por exemplo, com o pequeno Archie Harrison roubando a cena no encontro com o o arcebispo Desmond Tutu, ganhador do Nobel da Paz em 1984. Mas o destaque, certamente, vai para a generosidade e gentileza de seus compromissos, segundo o Express. Algo que mostra isso é o fato dos dois terem abraçado inúmeras pessoas com quem se encontraram nessas ocasiões.

Essa postura, por sua vez, incomoda os tradicionais, não acostumados com o comportamento. “Isso é incomum para uma tour da realeza, mas os Sussexes já mostraram que fazem as coisas do seu jeito”, explicou Richard. Apesar disso, ele crê que as estratégias têm funcionado… “O apelo principal deles é claramente aos mais jovens, e é brilhantemente heterodoxo”, adicionou. É fora do convencional? Então, é com os Sussex mesmo! Kkkk

Dentre outros destaques, o especialista mencionou também o discurso da duquesa num subúrbio da Cidade do Cabo, referindo-se a si mesma como uma “mulher de cor e sua irmã” ao público, tendo a reação eletrizante na recepção. “A campanha de Meghan pelo empoderamento feminino, seus esforços conjuntos para levantar o estigma sobre saúde mental, em que Harry tem sido tão aberto sobre suas experiências pessoais, é realmente notável”, avaliou ele.

Levando todos os fatores em conta, Fitwilliams afirma que Betinha deve ter se alegrado com o sucesso e impacto positivo da viagem do neto e de sua esposa. “Eu tenho certeza que a rainha, que se importa profundamente sobre sua amada Commonwealth [Comunidade das Nações], ficará encantada com seus sucessos”, finalizou ele. Como não se encher de orgulho, hein?!

O pequeno Archie Harrison roubou a cena ao lado do papai e da mamãe, Harry e Meghan, no encontro com um mestre da luta contra o Apartheid, Desmond Tutu (Foto: Getty)

Harry acabou se separando de sua família na viagem para cumprir compromissos na Angola, no Malawi e em Botswana. A essa altura, eles estão praticamente na metade final de sua viagem por alguns pontos do continente. De qualquer forma, essa estadia de 10 dias provavelmente perpetuará seu impacto por um bom tempo…