Rumores de que Kate Middleton saiu de casa com os filhos após suposta traição de Príncipe William são falsos, diz site

Depois de rumores de que o Príncipe William teria traído Kate Middleton, o tabloide “Globe” publicou esta semana uma matéria de capa na qual diz que a duquesa de Cambridge “se mudou” da casa em que mora com o marido. A revista ainda chegou a relatar que ela, a princesa Charlotte e os príncipes George e Louis agora estariam morando na casa de seus pais. No entanto, o site Gossip Cop reportou hoje (27), que essa história é falsa.

De acordo com o tabloide, Kate e seus três filhos teriam saído de casa depois das acusações de que William teria mantido um caso com a amiga da família e marquesa de Cholmondeley, Rose Hanbury. A revista Globe chegou a relatar que a duquesa de Cambridge teria ficado “tão abalada” pela alegada “traição” que eles estariam no meio de uma “separação, enquanto seus advogados falam em divórcio“.

(Foto: Reprodução/Globe)

De acordo com o Gossip Cop, o tabloide teria inventado uma fonte que tem informações sobre a realeza para usar na matéria. Afinal, é o único veículo do meio a saber da história, enquanto “nenhuma organização de notícias respeitada relatou sobre a duquesa estar em uma ‘separação’“.

Aliás, no domingo (21), um perfil de fãs no Instagram compartilhou cenas de uma interação entre Príncipe William, Kate Middleton e o Príncipe Harry em uma celebração da Páscoa na Capela de São Jorge, em Windsor. Nas imagens, é possível vê-los interagindo, e tanto os irmãos, quanto a Duquesa de Cambridge estão bem sorridentes após uma fala de Harry. Dá uma olhada na cena (deslize para o lado para assistir):

Ainda no domingo, William e Kate também visitaram Meghan Markle e o Príncipe Harry em sua nova residência em Frogmore Cottage. De acordo com a revista People, os dois foram até a propriedade recém-reformada do casal pela primeira vez após o culto na Páscoa.

Além disso, ao contrário da preocupação com o “estado emocional” de Kate, ela estava sorrindo com o Príncipe Harry quando eles entraram na Abadia de Westminster para o Dia Anzac na última quinta-feira (25), que homenageou os esforços militares da Austrália e Nova Zelândia.

Como nós já havíamos falado, no início do mês, boatos de que o Príncipe William teria traído Kate Middleton surgiram por conta de uma matéria da revista “In Touch Weekly”. De acordo com o Daily Beast, revistas noticiaram que ele teria tido um caso extraconjugal com a marquesa de Cholmondeley, Rose Hanbury, enquanto a duquesa estava grávida de seu terceiro filho, Louis.

Na ocasião, advogados do escritório de advocacia londrino Harbottle e Lewis, que já representou a família real, enviaram uma carta a pelo menos uma publicação britânica, ameaçando tomar ações legais caso ressuscitassem uma reportagem sobre o rumor.

Além de ser falsa e altamente prejudicial, a publicação de especulações mentirosas a respeito da vida privada de nossos clientes também constitui uma violação de sua privacidade, de acordo com o artigo 8 da Convenção Européia de Direitos Humanos“, disse a carta aberta dos advogados. Bom, será que agora o processo vem?