Taylor Swift revela planos de regravar seis álbuns, após venda de sua antiga gravadora para Scooter Braun; saiba os detalhes!

Taylor Swift está decidida a ganhar a guerra contra Scooter Braun e a Big Machine. Hoje (21), a cantora revelou seus planos para o futuro: regravar todas as suas músicas, feitas na época em que ainda tinha contrato com sua antiga gravadora.

De acordo com a People, em uma nova entrevista ao programa “CBS Sunday Morning”, que irá ao ar no dia 25 de agosto, a voz de “ME!” garantiu que irá regravar seus seis primeiros álbuns. Os trabalhos, atualmente, pertencem a Braun, depois que ele comprou a Big Machine por 300 milhões de dólares. Além disso, Taylor reafirmou sua versão de como descobriu sobre a venda da gravadora para o desafeto — quando foi anunciada publicamente online.

Depois que a cantora escreveu uma carta aberta sobre o caso e publicou em seu Tumblr, ela recebeu muito apoio dos fãs e de membros da indústria — e muitas críticas também. Taylor acusou Braun de ser manipulador e praticar bullying com ela ao longo dos anos.

View this post on Instagram

There’s a dazzling haze…

A post shared by Taylor Swift (@taylorswift) on

Horas depois que a estrela se disse “enojada” com a aquisição da Big Machine Label Group e seu catálogo musical por Braun, o antigo dono da gravadora, Scott Borchetta, escreveu sua própria declaração, acusando Taylor de estar manipulando a verdade. De acordo com o empresário, ele ofereceu à Taylor a oportunidade dela ser dona de 100% de suas obras, se ela assinasse um novo acordo.

O advogado da estrela rejeitou a versão de Borchetta, dizendo que o executivo nunca ofereceu a oportunidade de Taylor comprar seus ‘masters’ — as primeiras gravações de suas músicas, em que as cópias que se seguem são baseadas. Uma fonte disse a revista Variety que, para isso acontecer, Taylor teria que assinar um contrato que a prenderia a Big Machine ou seus novos donos por mais dez anos.

View this post on Instagram

Some of us had champagne on set and it shows 🥂

A post shared by Taylor Swift (@taylorswift) on

No entanto, apesar dos planos ambiciosos de Taylor de regravar todas as suas músicas, o site Page Six garantiu que seria “impossível” para a cantora fazer isso, já que seu contrato a previne de tentar o gesto ousado. “Ela não pode regravar, porque não é permitida contratualmente a fazer isso”, disse um especialista na indústria musical, com conhecimento do acordo entre Taylor e a Big Machine: “A única coisa que ela pode ser permitida a fazer é… refazer as letras, mas contratualmente ela não pode. Mesmo se pudesse, ninguém iria querer músicas velhas com novas letras”. 

No entanto, outra fonte do site vai contra a opinião da primeira, dizendo que Taylor pode, sim, regravar suas canções. Só o tempo dirá, né? Mas a cantora é espertinha… temos certeza que ela pensará em uma solução!

Seu sétimo álbum, “Lover”, será lançado à meia-noite de sexta-feira, e será seu primeiro trabalho sob sua nova gravadora, a Republic Records. Mal podemos esperar!