“Teen Mom 2”: Jenelle Evans e David Eason perdem custódia dos filhos por tempo indeterminado, diz TMZ

Desde que seu amado David Eason assassinou o cachorro de estimação da família, a rotina de Jenelle Evans se transformou em um grande drama da vida real. Segundo o TMZ, nesta terça-feira (28), ela e o marido tiveram uma grande perda judicial relacionada aos filhos.

Após passarem por quatro dias de depoimentos intensos, as autoridades decidiram que os dois vão ficar sem a custódia dos três filhos por tempo indeterminado, e as visitas presenciais, que já tinham sido diminuídas e estavam sendo monitoradas de perto, serão ainda mais raras. Depois de ouvir o casal e diversas testemunhas, o juiz entendeu que as crianças estavam correndo risco ao viver em um lar instável.

Fontes ligadas ao gabinete judicial informaram que após o novo veredito, Jenelle e David só poderão visitar as crianças uma vez por semana durante uma hora e com acompanhamento. Um dos informantes confirmou ao site que o resultado “é tudo culpa do David”. Uma das pessoas presentes no tribunal disse ao TMZ que tinha certeza que Jenelle sairia de lá com os filhos e ficou “chocada” com o veredito.

View this post on Instagram

Pool is open. 😜💦

A post shared by Jenelle Eason (@j_evans1219) on

Um dos fatores que foram determinantes para o magistrado foi o relato que informou que o pequeno Kaiser teria ficado “extremamente temeroso” em voltar para a casa da família e que alegava que ele foi maltratado por David. Para tentar recuperar a guarda das crianças, as ex-estrelas do reality show “Teen Mom 2” terão que frequentar aulas para pais, aconselhamento e testes semanais de drogas.

Para quem não se lembra, Jenelle e David viraram alvo da justiça por conta da morte brutal do buldogue francês, após o animal ter supostamente “batido” na filha mais nova deles, Ensley de 2 anos de idade. Desde então, o Serviço de Proteção Infantil do Condado de Columbus entrou em ação e determinou que os filhos Jace, de 9 anos, e Kaiser, de 4 anos, deveriam ser retirados da residência de Evans. Posteriormente, a mais nova também foi levada da casa e deixada sob a proteção a mãe de Eason.

Na época da primeira decisão, Evans, por meio de seu representante, disse ao ET Online: “Durante esse período difícil, estou focada em recuperar Kaiser e cooperar com minha equipe jurídica nos próximos passos para trazer meus filhos de volta“.