Viviane Araújo desabafa sobre dificuldade em fazer sexo na gravidez: ‘Não é legal’

Viviane Araújo relembra sangramento e dá declaração sincerona sobre sexo na gravidez; assista

Em entrevista ao podcast Grão de Gente, a atriz abriu o jogo sobre desafios na vida sexual durante a gestação

Viviane Araújo deu uma declaração sincerona sobre como anda a vida sexual com o marido durante a gestação. A atriz confessou, em entrevista ao podcast Grão de Gente, exibido nesta terça-feira (24), que tem sido difícil manter relações ativamente com o parceiro Guilherme Militão.

Grávida de seis meses, aos 47 anos, Vivi revelou que, devido a um sangramento que ela teve na gestação, o casal ficou receoso para fazer amor. “Meu marido ficou com medo, até por conta do sangramento que tive. Mesmo depois que já estava tudo bem, ele realmente ficava com bastante medo”, detalhou.

À espera de Joaquim, seu primeiro bebê, a musa ainda explicou que o jeito de transar mudou e ficou mais desafiador: “E algumas posições, também, realmente incomodam. Não é legal, porque o útero fica mais sensível”. “Acho que a gente fica mais preguiçosinha. A vontade está aqui. Está ok, continua presente. A questão mesmo é, às vezes, na disposição mesmo, sabe?”, afirmou ela, com bom humor. “Mas, como eu tive o sangramento, dei uma segurada mesmo”, continuou.

Continua depois da Publicidade

Viviane também abriu o jogo sobre como está se sentindo em relação ao seu corpo de grávida.“Trabalhei a minha vida toda de imagem, vivendo a imagem, de corpo e tudo. É lógico que você para e pensa: ‘Ai, gente, como é que vai ficar meu corpo? Como é que vou reagir?’ Isso era uma coisa que eu tive que escolher”, relatou. A “escolha” citada pela atriz foi a decisão de rejeitar dois papéis em novelas para engravidar. “Eu estava escalada para a próxima novela e tive que optar”, relembrou.

Viviane Araújo desabafa sobre dificuldade em fazer sexo na gravidez: ‘Não é legal’
Viviane Araújo exibe barriga de 6 meses de Joaquim (Foto: Reprodução/Instagram)

A gravidinha ainda deu mais detalhes em relação às mudanças trazidas pela gestação no corpo, e contou que não está apreensiva com as transformações: “Tenho uma genética boa, tenho um histórico, meu corpo responde muito bem, já tem uma memória muscular boa. Não é uma coisa que me preocupa agora”. Ela também afirmou que vai deixar para se preocupar com isso depois que o Joaquim chegar: “Acho que vou ter a minha gestação do jeito que tiver que ter, que for saudável pra mim e pro meu bebê. E aí, depois, eu recupero e está tudo certo”. Confira a seguir a entrevista na íntegra da atriz: