365 Dni

365 Dias: Netflix dá a largada nas filmagens das duas continuações; saiba tudo da história e conheça o novo deuso do elenco

Todos prontos para ouvir novamente a marcante frase “are you lost, baby girl”? Se sim, ótimo! Se não, já podem ir se preparando, porque segundo o Deadline, o filme “365 Dias” ganhará não só um, como dois sucessores – e é claro que as sequências contarão com participação do controverso casal, Laura Biel (Anna-Maria Sieklucka) e seu sequestrador, Massimo (Michele Morrone).

Além da dupla, teremos também Magdalena Lamparska retornando no papel de Olga, fiel amiga da protagonista, e a chegada do modelo e ator Simone Susinna no elenco, que dará vida a Nacho. As filmagens começaram nessa sexta (14), na Polônia, e partirão em seguida, para a Itália. Ambas as produções serão gravadas consecutivamente, e o lançamento na Netflix está previsto para 2022. “Bem-vindo de volta, Massimo. Senti sua falta. Primeiro dia de filmagem”, anunciou Michele, no Instagram.

A primeira parte da saga termina de forma misteriosa e deixa o espectador com um grande ponto de interrogação na cabeça… Afinal, Laura morreu dentro daquele túnel? Bom, como a história é baseada na trilogia de livros de Blanka Lipinska, algumas pessoas já sabem a resposta! Na continuação, intitulada “Ten Dzień”, algo como “Este Dia”, em tradução livre, tudo é esclarecido.

Na obra, os protagonistas se casam em uma grande cerimônia, seguida de uma lua de mel ~daquelas~! Então, quando tudo está indo bem e o casal começa a viver uma vida normal e feliz, Laura é novamente sequestrada pelo filho do chefe de uma máfia italiana. Marcelo “Nacho” Matos é um assassino profissional e rival de Massimo, motivo pelo qual ele manterá Laura em cativeiro. Provavelmente é desse ponto que o segundo filme vai partir, invertendo a ordem dos eventos.

Com o passar do tempo, entretanto, as coisas tomam um rumo inesperado quando, assim como no primeiro filme, Laura passa a desenvolver sentimentos por seu novo sequestrador, sofrendo claramente de um sério problema de Síndrome de Estocolmo, quando uma vítima passa a ter simpatia, admiração ou até amor por seu agressor.

Enquanto isso, Massimo sofre com a distância e desenvolve um plano para resgatar a noiva das garras do inimigo. Ao final, a vida da polonesa é colocada novamente em risco quando ela leva um tiro. Nesse momento, o mafioso interpretado por Michele Morrone precisa decidir entre salvar a vida da esposa ou do bebê ainda não nascido. Tenso, né?

Fotojet (23)
Laura será sequestrada novamente… por esse boy aqui da foto ao lado! Vixe! (Foto: Reprodução/Netflix/Instagram)

A temática tem de tudo para causar ainda mais furor entre parte dos telespectadores, que no ano passado, juntaram 95 mil assinaturas numa petição online que solicitava a retirada do filme do catálogo da Netflix. Apesar do sucesso, “365 Dias” causou bastante controvérsia após sua estreia. Enquanto uns morreram de amores pelo sedutor Massimo, outros problematizaram o affair dele com Laura, afirmando que o filme romantizaria o sequestro, o abuso sexual e até mesmo a Síndrome de Estocolmo.

Em entrevista concedida ao hugogloss.com, Morrone se manifestou sobre as críticas e saiu em defesa da produção: “Há crime dentro da história se pensarmos nisso, mas acho que é uma história de amor incrível. É claro que há sexo. Mas o sexo existe entre duas pessoas que se amam. Então, é claro que existe sexo e amor. E acho que duas pessoas, duas almas, que se encontram e que se amam vão fazer sexo. É normal, não é?”.

Continua depois da Publicidade

“Muito sexo, sexo profundo. Por que não? O sexo é apenas um espelho do amor que eles sentem um pelo outro”, refletiu ele. Michele afirmou ainda que houve consentimento entre os personagens. “É importante lembrar que eles só fizeram sexo depois que ela quis. E não antes. Acho que é uma história de amor mágica. Sempre vou defender esse filme com todas as minhas forças”, declarou.

O ator falou com orgulho sobre o longa ter sido um dos mais assistidos da Netflix e também comentou sobre a pressão ao trabalhar na sequência. “Há muita pressão. Especialmente sobre mim. Mas a questão é que é impossível que a segunda parte não seja um sucesso, porque nós temos tudo o que precisamos para que ela seja ainda melhor do que a primeira. O roteiro será muito forte, e não tem como esse filme dar errado, porque as pessoas estão esperando por ele”, concluiu. Estamos curiosos pra ver o resultado final!