Coronavírus: Festival beneficente comandado por Elton John arrecada milhões; Shawn Mendes, Camila Cabello, Mariah Carey, Billie Eilish e mais se apresentam de casa — assista!

Em tempos de coronavírus, o show “Living Room Concert for America” foi a alternativa para entreter o público no lugar do “iHeartRadio Music Awards” — e arrecadar dinheiro para uma boa causa. A atração, apresentada por Elton John neste domingo (29), contou com performances de Shawn Mendes e Camila Cabello, Billie Eilish, Mariah Carey, Backstreet Boys, Demi Lovato, e foi lindo!

Os astros se apresentaram diretamente de suas casas, com uma produção praticamente amadora, gravando até mesmo com celulares, por exemplo. O evento foi transmitido na TV, para o público norte-americano, e na internet para o mundo todo — e foi um sucesso! De acordo com a Variety, o especial beneficente arrecadou mais de 8 milhões de dólares — cerca de 41,5 milhões de reais (!) — para as instituições Feeding America e First Responders Children’s Foundation. Uau!

Um dos pontos altos foi a participação do casal Shawmila. Enquanto curtiam o isolamento social em Miami, Camila soltou a voz na canção “My Oh My”, tocada por Shawn no violão. Olha só:

Mariah Carey, por sua vez, usou seu estúdio particular em Nova York para sua participação. Mimi apresentou “Always Be My Baby”, acompanhada por um talentoso coral. Confira:

Apesar da distância, os meninos do Backstreet Boys ativaram nossa nostalgia com “I Want It That Way”, se jogando nas dancinhas – cada um em sua casa. Até mesmo os filhos de Kevin participaram da performance, dançando e tocando bateria. Vem ver:

Billie Eilish e seu irmão, o produtor Finneas, levaram o conceito de “show na sala de estar” a sério, e usaram o sofá de casa mesmo para sua performance. A dupla apresentou uma versão acústica do smash hit “Bad Guy”, bem à vontade. Assista:

Demi Lovato também não ficou de fora! A artista mostrou que o gogó está em dia e reviveu os velhos tempos, cantando seu sucesso “Skyscrapper”. Dá uma olhada:

Muitos talentos reunidos! Para Charlie Collier, CEO da Fox Entertainment, não há nada a reclamar do seu show “improvisado”. “Dez dias atrás, eu não diria que colocaríamos um show no horário nobre sem qualquer planejamento, sem qualquer aviso, e teríamos êxito desta forma”, opinou.

Mas um dos maiores objetivos certamente foi atingido. “Esse é um momento em que unir as pessoas, se pudermos fazer isso, é realmente importante”, completou o CEO. Realmente, é importante estarmos unidos – mas cada um em suas casas. Essa mensagem, de fato, conseguimos receber dos ícones da música.