TV / Séries

A Fazenda 10: Rafael Ilha explica por que engoliu pilhas e como evita recaída nas drogas: ‘Quase morri’

Raquel Rodrigues - Publicado em 08/11/2018 às 10:33
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Rafael Ilha contou algumas histórias de momentos difíceis sobre a época em que era viciado em drogas numa conversa com Evandro Santo e Cátia Paganote nesta quarta-feira (7), em ‘A Fazenda 10’. O peão explicou aos colegas de confinamento o comentado episódio em que engoliu pilhas, em 2000, para fugir de uma situação. Segundo ele, tudo começou com um “assalto sem noção“, entre suas entradas e saídas de clínicas de reabilitação.

Roubei a bolsa de uma mulher na “mão grande” (fingindo que estava armado), aí a mulher passou a bolsa, peguei a bolsa e enquanto eu estava voltando pro carro, ela passou pro banco do motorista e arrancou com o carro. Resumindo: Usei droga, de manhã fui pra clínica e ‘trombei’ ela lá. Cheguei “loucão”, meio que agredindo ela e foi todo mundo parar na delegacia. E, como eu já era reincidente, me mandaram para o manicômio judiciário“, disse Rafael.

“Na época, eu estava na mídia apenas como drogado, não era mais artista”, disse Rafael Ilha. (Foto: Reprodução/Record TV)

Não tinha jeito de sair da ‘prisão de louco’. Então, planejei e fiz de tudo para que me levassem dali para um hospital pra eu tentar fugir. Cheguei até a bater com cinzeiro na cabeça para ver se abria machucado. Daí, vi um “barato” e arranquei as pilhas pequenas e pá… (faz gesto de engolir). Me puseram numa Kombi, com um segurança, rumo ao hospital. Dizem que eu estava doidão, mas não tem nada a ver. Estava consciente e só fiz isso para sair de lá. Era melhor ter ido para a cadeia do que ficar no manicômio“, detalhou Ilha.

Em seguida, ele contou que no hospital se aproveitou dos enfermeiros e seguranças para fugir. Então, ele disse que subiu em uma árvore, pulou o muro e quebrou o pé, mas conseguiu escapar. Depois, Rafael teve que voltar ao hospital para fazer a operação de retirada das pilhas que havia engolido e estavam em seu estômago.

Tive que tirar as pilhas e, para piorar, deu aderência e quase morri. O objeto colou entre a pele e a gordura. Passei uma dor desgraçada de quase 16h, achando que era cólica até chegar ao hospital“, falou ele.

*Leia também:
— A Fazenda 10: Rafael Ilha chora e se revolta com reação dos peões após expulsão de Nadja: ‘Que raiva desses nojentos’
— A Fazenda 10: Rafael Ilha se torna novo fazendeiro e dedica vitória a Nadja, após expulsão; veja vídeos

Na mesma conversa, o ex-Polegar também contou como faz para não ter recaída no uso das drogas. “Eles ainda associam (a droga) ao prazer. Isso é muito ruim. Você ter memórias eufóricas ligadas ao prazer da droga. Como não tenho nenhuma memória prazerosa do meu uso de droga, passa batido“, explicou.

Rafael também falou sobre os momentos em que visitou os lugares da época em que morava na rua e encontrou as mesmas pessoas por lá. “Outro dia encontrei na rua, faz uns três meses, o cara que era um dos criminosos mais respeitados da região, traficante, gerente da boca e o cara nem me reconheceu“, relatou o peão.