Após 15 anos na Record, Reinaldo Gottino deixa a emissora; motivo de desligamento é revelado por site

Não é só a TV Globo que está sofrendo baixas em seu time de jornalistas graças à criação da CNN Brasil. Hoje (15), o jornalista Reinaldo Gottino anunciou sua saída da TV Record. De acordo com o Notícias da TV, de Daniel Castro, o apresentador do Balanço Geral SP, que ocupa a posição desde 2014, entregou sua carta à emissora informando que não renovará o contrato, que vence no dia 30. O site afirma que Reinaldo irá integrar o time da CNN no país.

Reinaldo estava na Record há 15 anos. Procurada pelo Notícias da TV, a emissora confirmou que foi notificada pelo jornalista, mas não quis comentar o assunto. Na CNN, Reinaldo terá um “programa vespertino de política e economia, com a participação de jornalistas e especialistas, em um projeto multiplataforma que envolverá, além da TV por assinatura, podcast e redes sociais”. Promete, né? O site ainda afirma que isso provocará uma mudança na imagem do profissional, que até então estava associada ao jornalismo popular.

Na Record, Reinaldo é o âncora que ficou mais tempo ao vivo no ar em 2018 — cerca de mil horas. No Instagram, ele publicou uma imagem para marcar o fim de sua jornada na Record, e o início de uma nova era na carreira. Apesar de não ter escrito nenhuma legenda, o jornalista publicou vários emojis batendo palmas. Confira:

View this post on Instagram

👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

A post shared by Reinaldo Gottino 🇧🇷 (@rgottino) on

Recentemente, Monalisa Perrone também pediu demissão de sua emissora — a Globo — para se juntar à CNN Brasil. Como contamos, após vinte anos de casa, a jornalista solicitou seu desligamento após uma longa e tensa reunião com Cristina Piasentini, diretora de jornalismo em São Paulo. Um de seus motivos para fazer a mudança, é que ela estaria exausta da rotina à frente do “Hora 1”, da Globo. Para comandar a atração, exibida entre 4 e 6 da manhã, Monalisa precisava chegar na emissora à 1h da madrugada e dormir às 17h, o que impactava na criação de seu filho.

Outro ponto que pesou na mudança foi o salário. A proposta financeira da CNN, muito superior ao que Perrone ganhava na Globo, seria “irrecusável”. Monalisa apresentava o “Hora 1” desde sua estreia em dezembro de 2014.

Além de Reinaldo e Monalisa, William Waack, Evaristo Costa, Mari Palma e Phelipe Siani também integrarão o novo canal de notícias.