BBB 19: Paula desiste de encontro com ex-BBBs por conta de ameaças

Mais nova milionária do pedaço, Paula Von Sperling estaria sendo alvo de ameaças. Na tarde de hoje (14), a campeã do BBB 19 desistiu de se encontrar com ex-participantes do reality por conta de mensagens que estaria recebendo. O grupo que ficou conhecido como “Camarote” no programa marcou de se reunir neste domingo, no Rio de Janeiro, num show de Thiaguinho.

Os brothers Maycon e Diego, por exemplo, chegaram até mesmo a anunciar aos fãs sobre o encontro através de vídeos no Instagram. Horas depois, a equipe da mineira avisou no Twitter que ela não iria comparecer ao evento. “A Paula não irá ao encontro do Camarote, por conta da quantidade de pessoas e as ameaças que ela anda recebendo“, declarou. Uma fã então reagiu: “Poxa, minha filha agora é milionária. Contrata uns guarda-costas“. O perfil da campeã ressaltou: “Ela já tá com segurança. Mas nesse evento terá muita gente e eles não têm controle!“.

https://twitter.com/PaulaSperling/status/1117489705635995648

Maycon também comentou, demonstrando apoiar a decisão de Paula: “Estamos com você, amiguinha“. Momentos depois, a própria bacharel de direito publicou um vídeo na rede social, agradecendo aos fãs pela parceria. “Quero agradecer muito a vocês por terem ficado aí comigo, na luta, torcendo, votando. Graças a vocês, eu consegui fazer tudo o que eu passei lá dentro valer a pena. E a gente ganhou! Obrigada de coração!“, vibrou ela.

A equipe de Paula não deu mais detalhes do teor de tais ameaças e ou dos canais pelos quais elas estariam sendo feitas. Desde que saiu do BBB 19, Paula tem se deparado com as consequências dos comentários controversos feitos por ela no programa sobretudo a respeito de religiões africanas. Na madrugada de sábado (13), momentos depois de ser coroada campeã, a mineira se chocou ao saber que estava sendo processada por intolerância religiosa.

Eu não tenho noção do que está acontecendo aqui fora. Não sei bem o que fiz e falei. Só tenho noção de que falo coisas desnecessárias 24 horas por dia. Vou me retratar com todo mundo. Fui eu mesma e não medi as palavras. Mesmo sendo processada, ganhei R$ 1,5 milhão e vou encarar tudo que tiver por vir“, declarou a jornalistas, em coletiva.

Segundo informações do UOL, Paula já foi intimada e deve comparecer à Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), no Rio de Janeiro, entre terça (16) e quarta-feira (17) dessa semana. Os autores da ação judicial são seus ex-colegas de confinamento, Rodrigo França e Gabriela Hebling, que se sentiram ofendidos pelas declarações da mineira sobre a religião praticada pelos dois.

Dentro da casa, durante uma conversa com Diego e Hariany, Paula declarou Eu tenho muito medo do Rodrigo. Ele fala o tempo todo desse negócio de Oxum deles lá, que ele conhece. Eu tenho medo disso, mas nosso Deus é maior. Ao ser eliminado, o vídeo do momento caiu como uma bomba na cabeça do carioca.

Rodrigo chegou a se emocionar no programa “Mais Você” ao falar sobre o ocorrido e contou porque levaria adiante o caso, denunciando formalmente Sperling. “Não é só desconhecimento, é maldade mesmo. Não é só por mim, é por todo um povo, uma população que cultua algo e é desrespeitada. Sempre temos casas de axé que são apedrejadas e eu não posso me calar de forma alguma. Não seria eu. Talvez, tenha entrado nesse programa pra isso“, refletiu.

Caso seja considerada culpada, Paula pode pegar até três anos de reclusão.