BBB20: Daniel responde se Casa de Vidro influenciou seu relacionamento com Marcela e revela arrependimento no reality: ‘Foi um erro nosso’; Assista

Daniel saiu do “BBB 20” nessa terça-feira (24) com 80,82% dos votos – porcentagem que o deixou bem surpreso. Como de costume com todos os eliminados, ele participou do “Bate-Papo BBB” para analisar sua trajetória no reality show. Na conversa com Ana Clara, ele se abriu sobre a relação com Marcela, e os possíveis motivos que levaram à sua eliminação: a constante perda de estalecas e o modo como ele e Ivy contaram tudo o que aprenderam na Casa de Vidro.

Primeiro, o gaúcho foi só elogios ao falar sobre a namorada do confinamento. “A Marcela combina muito comigo, a gente achou até estranho. Já estou sentindo falta daquela mulher, não vou negar meu sentimento. É difícil. Ela é tudo”, elogiou. “Se eu conhecesse uma mulher aqui fora ia ser igual a ela. A única coisa que fiquei com medo foi a idade, porque ela é uma mulher que já passou por muita coisa”, completou ele.

Em seguida, Daniel respondeu se a popularidade que ele viu que a médica tinha durante a Casa de Vidro teria influenciado no começo do relacionamento deles. “Nunca. Esse foi um medo que eu tive também. Sei que algumas pessoas dentro da casa pensaram isso. E o público também”, admitiu.

“Nunca cheguei nela por interesse. Querendo ou não, sei que o povo pensa isso. E isso é muito ruim para a gente. Mas, mesmo se não tivesse participado da Casa de Vidro, eu tenho certeza que teria me apaixonado por ela e teria me juntado àquele grupo”, garantiu o ator, acrescentando o que imagina para o futuro do casal. “Quero viver com essa mulher. Não quero criar expectativa, mas quero viver muita coisa com ela”, afirmou.

Daniel ficou bem surpreso após Tiago Leifert o contar que a perda de estalecas e o modo como os amigos dele lidavam com as punições influenciaram em sua saída. Na entrevista com Ana Clara, ele explicou que se esforçou para melhorar dentro da casa. “Tentei muito parar de perder, mas é difícil para mim. Agora não estava perdendo tanto quanto no começo. Mas perdia mais do que todo mundo. Nos hostels que eu trabalhava eu sempre esquecia alguma coisa também. É a cabeça que não ajuda. Eu juro que tentei. Desculpa”, justificou.

Assim como as estalecas, o ator classificou que a forma como eles levaram informações do “mundo de fora” para o reality pode ter causado sua eliminação. “Eu e a Ivy demos informações de modo que colocamos algumas pessoas contra a parede e isso, depois de um tempo, pegou muito mal. Não foi legal o jeito que a gente apontou o dedo para algumas pessoas”, reconheceu.

Ele falou que isso é uma das coisas que se arrepende. [Porque] a produção falou: ‘Tomem cuidado com as informações, esperem conhecer as pessoas que estão lá dentro e tudo mais’. Só que a nossa boca é muito grande. Foi um erro nosso. Na nossa cabeça estava: ‘o público quer que a gente faça isso’. Na minha cabeça pensei: ‘temos que fazer, senão não vamos honrar o que prometemos na Casa de Vidro’. Simplesmente saiu. Não foi uma coisa que a gente pensou”, explicou Daniel.

Daniel analisou os motivos que podem ter levado a sua eliminação (Foto: Reprodução/Globo)

Ao fim, ele respondeu perguntas rápidas sobre o futuro do programa. “Quero que o Prior saia, mas sei que o Babu e ele são fortes”, afirmou. O gaúcho ainda julgou Thelma como ‘planta’ e falou que Felipe ainda poderia agir como um ‘personagem’ lá dentro. “Sinto verdade, fala tudo que pensa, mas deixa de falar muita coisa para não se queimar com o público. Vi que ele é legal, mas talvez esteja interpretando um jogador”, explicou o ex-brother.

Por fim, ele afirmou que Marcela foi a melhor pessoa que ele conheceu lá dentro e opinou que ela, Ivy ou Manu podem ser as vencedoras do programa.