BBB20: Gizelly se estressa com barulho pós festa e dá bronca das ‘brabas’ nas colegas: “Cala a boca, c*ralho!”; Assista

Comunidade hippie em colapso! Sabemos que todo encerramento de festa no “BBB 20” causa certa comoção entre os participantes, né?! Geralmente, o pessoal sai gritando e pedindo para que a música continue, ou se reúne na sala fazendo um estardalhaço. Nessa manhã (05), Gizelly se irritou bastante com a barulheira das amigas e o clima esquentou.

Marcela, Rafa, Gabi, Manu e Thelma conversavam na sala em alto e bom som, atormentando a advogada, que dormia no quarto céu. Num primeiro momento, ela abriu a porta do dormitório e disparou: “Ou, vocês não calam a p*rra da boca, não, c*ralho?! Cala a boca, c*ralho!”. E em seguida, se deitou novamente.

Surpresas com a maneira da sister de pedir silêncio, as demais confinadas tiraram sarro da situação, e continuaram a conversar. A capixaba, agora mais calma, retornou à sala e tentou aquietar a galera. “Gente, vocês podem ficar quietas, por favor? Está insuportável”, avisou. Rafa, por sua vez, apontou que Gizelly teria apresentado o mesmo comportamento que estava criticando, durante as ’20 festas passadas’.

Resgatando uma conversa que teve antes com Ivy, a advogada desabafou sobre outros assuntos que a incomodavam. “Desde que eu peguei o monstro, vocês falaram que quarto branco não era monstro… Manu falou isso. Eu fiquei muito magoada, Marcela sabe disso. Porque o quarto branco foi o pior monstro da história”, esbravejou.

Manu, que também foi escolhida por Prior para cumprir o temido castigo, afirmou que, para ela, a dinâmica foi complicada no início, mas que depois ficou tudo bem. A advogada seguiu discutindo, mas foi interrompida por Kalimann. “Não tem necessidade disso. A gente passou 20 festas acordando todas as noites com vocês causando aqui e a gente nunca deu piti”, reforçou.

Gizelly se lembrou da atitude acolhedora das meninas com Thelma, que chorou enquanto realizava uma das tarefas do monstro. “A Thelminha podia chorar, eu não chorei até agora. Tô aqui reclamando que vocês estão enchendo o saco, eu pedi pra ficarem quietas…”, comentou. “Você não pediu, você gritou que nem uma maluca”, rebateu Gavassi. “Porque estou louca! Eu não durmo há cinco dias!”, justificou a capixaba, nervosa. “Gi, eu entendo, mas não precisava disso”, completou a cantora. “Era só pedir com educação”, declarou Rafa.

Gizelly também comentou que seu bom humor foi abalado após não ter uma festa dedicada a ela, durante sua liderança. Antes que Manu conseguisse pedir desculpas pela algazarra, a advogada voltou a dar sermão. Ela reclamou de ter sido “presenteada” com o monstro, sendo que outras pessoas se ofereceram para encará-lo, no lugar.

Rafa se incomodou com o “ataque” à Gabi, anjo da semana, e saiu em defesa da amiga. “A situação foi diferença. As opções pra Gabi eram bem menores, mas tudo bem. Eu acho que você tem seus motivos pra se doer, só acho que não precisa ser às 6 da manhã, depois de uma festa, quebrar todo o clima e etc, podia ter chamado amanhã e conversado numa boa”, declarou Kalimann, colocando um ponto final no assunto.

Depois que Gizelly se dirigiu ao quarto vila, Manu desabafou com a amiga influenciadora: “A gente aguentou 17 festas do povo berrando. O dia que a gente nem tá bêbada e faz uma gracinha, a gente ouve um esporro desses”.

O assunto ainda rendeu comentários das meninas, que criticaram a postura da colega, enquanto se preparavam para dormir. “Entendo super ela (Gizelly) querer dormir. Se ela tivesse falado, ficar quieta seria a primeira coisa que a gente iria fazer. Não precisava disso, não. Até porque a gente já aguentou coisa pior”, observou Gavassi.

Rafa concordou com a sister: “Amiga, a gente aguentava 15 pessoas gritando na sala. Não eram quatro pessoas, eram 15. E quietas, a gente nunca falou nada. Ok que ela tem toda a razão de não estar dormindo por causa do monstro, mas não justifica, não. Dava para ter resolvido de outra forma”. “Achei bem feio”, acrescentou a atriz e cantora.

Na sequência, Thelma deu sua opinião. “Ela não gostou de ter ganhado o monstro e usou essa situação para falar tudo, mas podia ter falado de outra forma e em outro momento”, analisou.

Marcela entrou no quarto e, ouvindo a conversa das meninas, explicou que Gizelly estava estressada. “Ela ontem se estressou muito, porque está cansada. Conversem amanhã, pra não ficarem com briga por picuinha, sabe”, aconselhou a médica. “A impressão que deu foi que você pediu o monstro, você aceitou numa boa, mas ela não. Ela tá p*ta com isso”, mencionou Thelminha, ao se deitar.

Assim que as meninas todas se deitaram, Gizelly saiu, por alguma razão, do quarto vila, entrou no quarto céu, e se deitou no chão. Gabi, que ainda estava de pé, ofereceu sua cama para a colega, que recusou. A sertaneja então pegou uma coberta e colocou sobre as pernas da amiga.