Fotojet (6)

BBB22: Arthur Aguiar reage a polêmica de “votação com robôs”, e surpreende ao falar de preparação para reality

Em entrevista coletiva, o ator afirmou que Maíra Cardi não se envolveu na sua preparação e rebateu o rumor de que robôs foram pagos para votar nele

Após ser consagrado como o grande campeão do “BBB 22“, Arthur Aguiar está voltando ao “mundo real”. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (27), o ator revelou se teve algum tipo de preparação para entrar no reality, já que a esposa Maíra Cardi, além de coach, também é ex-BBB. Ainda, o ex-Rebelde se manifestou sobre os rumores de que “robôs” foram contratados para votarem nele na grande final.

“É muito louco isso, porque eu tenho uma das da melhores, senão a melhor profissional do meu lado, na minha cama. E ela poderia ter feito um trabalho comigo, acho que não teria problema nenhum se tivesse acontecido. Mas, de fato, isso não aconteceu. Eu estava muito seguro de quem eu era, estava muito seguro do que eu ia fazer ali”, comentou ele, questionado pelo hugogloss.com.

“Eu tinha medo. Da repercussão que poderia causar, se eu teria tempo suficiente dentro da casa para mostrar quem eu era e mostrar meu jogo. Mas eu estava seguro de mim. Então eu realmente entrei do jeito que eu estava, com as coisas que eu acreditava, com as coisas que eu tinha na cabeça, com as minhas verdades. Minha primeira equipe sugeriu que existisse alguma preparação, um estudo, mas eu fui totalmente contra”, acrescentou Arthur.

Continua depois da Publicidade

Ao longo do “Big Brother“, o ator foi bastante elogiado pela sua oratória, principalmente durante os “Jogos da Discórdia”. Esse, inclusive, foi um dos motivos pelos quais o público desconfiou que Aguiar tivesse sido preparado para o reality. “A questão da oratória, eu acho que é uma coisa que venho carregando ao longo da minha vida. Eu acho que falo bem, eu acho que sei me expressar bem e consigo criar uma narrativa de início, meio e fim, em que fica claro pra quem está ouvindo”, explicou.

“E eu tenho uma memória muito boa, aí já não sei se é por conta da minha profissão como ator. De ter muito textos, de estudar muito e o fato de eu precisar contar uma história. Quando eu estou atuando eu tenho que contar uma história para o público, tem que ter uma linha do tempo. Eu acho que me ajudou, mas não tinha como eu me preparar, porque eu não sabia o que ia encontrar, quais seriam os discursos das pessoas contra mim, se ia acontecer ou não. Eu fui reagindo conforme as coisas foram acontecendo”, continuou.

Arthur Aguiar foi o grande vencedor da 22ª edição do “Big Brother Brasil”, com 68,96% dos votos. Na segunda-feira (25), viralizaram imagens mostrando computadores que estariam supostamente votando no ator, de forma automática, para que ele fosse o campeão. Durante a entrevista, o ex-Rebelde afirmou que ainda não teve chance de se inteirar sobre o assunto, mas que não é a primeira vez que esse tipo de acusação acontece no reality. A TV Globo, por sua vez, sempre garantiu ter uma esquema de segurança para rastrear movimentações suspeitas.

“Eu não tive oportunidade de ver nada ainda, muito pouco. Mas, de fato, eu devo ter feito algum barulho, porque até o ex-presidente falar sobre mim, sobre uma possibilidade… O que eu vejo é que não é o primeiro ano que as pessoas falam isso, que quem ganha teve robô, que teve ajuda para ganhar. Quem está na frente, geralmente, as pessoas sempre tentam criar uma teoria para minimizar, ou até desmerecer a opinião”, afirmou.

Continua depois da Publicidade

“Acho que a TV Globo é uma empresa gigantesca, que tem milhões de sistemas de defesa contra tudo isso e acho que eles podem falar melhor que eu. Acho muito difícil isso ter algum efeito, fazer alguém ser campeão de um programa. O tempo todo as pessoas tentaram desmerecer qualquer vitória que eu tive no programa. Isso eu vou deixar pra Globo responder, acho que ‘ela’ que tem que responder, ‘ela’ que tem um sistema de votação, de segurança. Eu acredito que, da minha parte, da minha equipe, isso não faz o menor sentido”, concluiu.