Bolsonaro se irrita com pergunta, xinga repórter do SBT de ‘idiota’, e ela dá a melhor resposta nas redes; assista

Driele Veiga, jornalista da TV Aratu, afiliada do SBT na Bahia, quebrou o silêncio após ser xingada, ao vivo, pelo atual presidente Jair Bolsonaro. Em uma publicação em suas redes sociais, na noite de ontem (26), Veiga compartilhou o vídeo e fez um longo desabafo sobre a situação mais que desagradável e, também, sobre a postura do político.

“Uma mulher em pleno exercício da função ser chamada de idiota por um presidente da república, é um fato a se lamentar”, escreveu a repórter. “Como disse o filósofo Nietzsche: ‘O poder embrutece’. A autoridade representou no xingamento uma sociedade com uma estrutura ainda sexista e patriarcal em que homens acham que vão conseguir intimidar uma mulher com agressão verbal e/ou atitude desrespeitosa”, apontou.

“A mim o xingamento não ofendeu. Só mostrou que estava no caminho certo. Sou jornalista e estou aqui para perguntar, por mais que a indagação incomode. Se fosse para agradar o entrevistado eu não seria jornalista e sim publicitária”, acrescentou Driele, que ainda fez um alerta. “Só para lembrar que essa não é a primeira vez que o presidente faz isso com a imprensa. A jornalista Patrícia Campos Melo foi ameaçada de morte e teve a família perseguida. Escreveu o livro “A Máquina do Ódio” em que relata sobre os ataques dele aos jornalistas”, disse.

A comunicadora concluiu o texto com um agradecimento às mensagens de carinho e apoio que recebeu de diversos internautas e, também, ao Sinjorba (Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Bahia), que emitiu uma nota de repúdio. Veja a publicação:

BBB21: Quem você quer que seja eliminado?

  • Pocah (47%, 103.709 Votes)
  • Arthur (37%, 82.239 Votes)
  • Camilla de Lucas (16%, 35.180 Votes)

Total Voters: 221.128

Vote

Carregando ... Carregando ...

Entenda o caso

O episódio entre Driele Veiga e Jair Bolsonaro aconteceu nesta segunda-feira (26), no município Feira de Santana, na Bahia. A jornalista estava ao vivo em noticiário local quando questionou o presidente sobre uma foto recente que tirou junto ao apresentador Sikêra Jr., na qual segurava uma placa com os dizeres “CPF cancelado”, no mesmo dia em que o Brasil atingiu 386.416 mil mortes devido à Covid-19. O termo é utilizado pela polícia e grupos de extermínio para fazer referência a alguém que foi assassinado e a ação, é claro, reuniu uma série de críticas à Bolsonaro no meio político.

O presidente Jair Bolsonaro e o apresentador Sikêra Jr. seguram um CPF com uma faixa escrito “cancelado”. Foto: Reprodução/Alan Santos/Presidência da República

Continua depois da Publicidade

“O senhor foi criticado sobre uma foto postada dizendo ‘CPF cancelado’ num momento que tantas pessoas morreram. O que senhor tem a dizer sobre isso?”, questionou Veiga. Irritado, o mandatário reagiu bem mal à pergunta. “Você não tem o que perguntar não? Deixa de ser idiota, menina!”, disparou ele. Ainda ao vivo, a repórter do SBT lamentou: “O presidente agredindo a repórter verbalmente”. Driele Veiga então prosseguiu a conversa com o apresentador Casemiro Neto. O hugogloss.com aproveita para se solidarizar com Driele e todos os jornalistas atacados diariamente por estarem apenas fazendo o seu trabalho. Vamos juntos!