Cozinheiro descoberto por Ana Maria Braga faz apelo à apresentadora e desabafa sobre aparições na Band: “Fui um boneco nas mãos dos outros”

Quem se lembra do Bruno Coutinho, o cozinheiro que foi descoberto em março, na fila de um mutirão de empregos, e foi convidado para participar do programa da Ana Maria Braga? No mesmo dia, ele também participou do “Melhor da Tarde”, vespertino apresentado por Cátia Fonseca, e a decisão acabou impactando em seus sonhos.

Em uma entrevista ao UOL, Bruno revelou o que aconteceu. “O pessoal da Band não me obrigou e nem colocou a faca no meu pescoço [para ir ao ‘Melhor da Tarde’], mas como eu estava cansado, virado sem dormir (ele era o primeiro da fila de desempregados), fui lá e atendi o pedido deles. Mas o meu desejo é conhecer quem eu sempre fui fã, que é a Ana Maria”, disse.

O cozinheiro contou que a produção da Globo também chegou a entrar em contato, mas que ele só descobriu no dia seguinte. “Não fui induzido [a ir para a Band], mas não pensei bem na hora. Quando cheguei em casa tinham mensagens das duas produtoras da Ana Maria me chamando para o programa, mas meu celular estava desligado por eu ter passado a noite toda na fila e aí acabou a bateria”, lamentou.

Embora não tivesse contrato com a Band, o fato de ter aparecido na emissora concorrente fez a produção do ‘Mais Você’ recuar no convite. “Não me arrependo pois foi algo que aconteceu pelo celular estar desligado. Se eu tivesse visto a mensagem eu não teria aceitado o convite da Band. A minha prioridade era a Ana Maria. Esse é o meu sonho e ele continua aceso”, revelou o cozinheiro.

Foi por isso que ele começou uma campanha nas redes sociais para conseguir a atenção da apresentadora. Em um vídeo publicado no Instagram, Bruno pede para seus seguidores se mobilizarem pela causa. “Venho aqui convidar vocês para a campanha ‘Ana Maria leva o chef Bruno’ que está começando agora”, disse. “Quando eu dei entrevista aquele dia pro ‘Bom Dia São Paulo’ foi dizendo que meu sonho era cozinhar pra Ana Maria. Meu sonho continua de pé e eu não vou desistir.”

Para o UOL, o cozinheiro também falou sobre o período não muito bom que passou na Band e disse ter se sentido manipulado “como um boneco“. Durante o programa “Melhor da Tarde”, Bruno ganhou um emprego no restaurante do chef Melchior Neto, mas, segundo ele, demorou para saber todos os detalhes da vaga. “Cheguei às 11h da manhã na Band e até às 15h ninguém me falou nada de contratação. E aí me convidaram no ar sem falar proposta de salário, para onde eu iria trabalhar… Na hora me contrataram. Não me pediram nem documento. Era como seu eu fosse um boneco jogado nas mãos dos outros”, explicou.

Quando descobriu o salário, após um dia de trabalho no restaurante, o cozinheiro ficou bem frustrado. “Eu preciso trabalhar porque estava sem carteira assinada, mas faço meus bicos e sempre corri atrás. Se for para receber quase a mesma coisa que ganhava fazendo bicos melhor eu continuar só fazendo bicos”, disse. “Foi tipo uma imposição e esse foi o motivo para eu não ter ficado lá [no restaurante]”, acrescentou, mencionando que pediu demissão do empreso.

(Foto: Reprodução/Globo/Band)

Durante esse mesmo período, Bruno chegou a fazer participações quinzenais no programa de Cátia Fonseca, mas revelou que isso não vai mais acontecer. “Não estou indo mais. Eles não chamaram mais e eu também nem faço questão. Não tenho mais interesse. Nessa história toda eu não ganhei um real. Nem um picolé me pagaram. O único dinheiro que eu ganhei foi a propaganda da pimenta que eu fiz no meu Instagram. Só mandavam o Uber na porta da minha casa e depois para me levar embora”, desabafou.

Eita! Será que agora ele vai conseguir participar do programa da Ana Maria Braga, então? Ficamos na torcida!