Globo pede desculpas a Maju Coutinho, após matéria no ‘Fantástico’; saiba detalhes

No último domingo (4), o Fantástico revoltou telespectadores ao exibir uma reportagem com participação de Rodrigo Branco, empresário que no início do ano, fez declarações de cunho racista contra Maju Coutinho e Thelma Assis. Na ocasião, em março, o diretor de TV disse que a grande torcida da sister no “BBB20”, assim como o posto da âncora do Jornal Hoje, seriam resultado do fato de ambas serem negras.

A matéria exibida no dominical analisou a significativa queda no número de turistas visitando os parques da Disney, diante da pandemia do novo coronavírus. Rodrigo foi apresentado ao público como “guia de celebridades” no local, tendo fotos ao lado de Xuxa, Ivete e Ronaldo Fenômeno exibidas, e falou sobre como anda a movimentação na terra de Walt Disney.

Continua depois da Publicidade

Frente à repercussão negativa que a participação causou na web, o departamento de comunicação da Globo informou ao jornal O Dia que não percebeu que o tal guia era aquele mesmo responsável pelas declarações preconceituosas. A emissora também destacou ter se retratado com a âncora do JH. “O ‘Fantástico’ lamenta não ter se dado conta de que era a mesma pessoa. E já se desculpou com Maria Júlia Coutinho”, disse o comunicado.

Em live, Rodrigo fez declarações de cunho racista contra Maju Coutinho e Thelma Assis. (Foto: Reprodução/Globoplay)

Ainda segundo a publicação, o responsável por fazer a ponte entre o empresário e o “Fantástico”, teria sido Felippe Coaglia, correspondente da Globo em Nova York que conhece Branco, ao menos, desde março de 2018, quando os dois estiveram juntos na sede do canal na cidade norte-americana.

Descontentamento da web

Muitos internautas não viram com bons olhos a matéria e detonaram o programa nas redes sociais. “O Fantástico errou feio em pedir imagens para o Rodrigo Branco sobre como está o turismo na Disney durante a pandemia. Ele é o mesmo que foi racista com Maju, jornalista da emissora. O posicionamento antirracista precisa ser firme sempre”, ressaltou a jornalista do Estadão, Gabi Coelho.

“A Globo chamou aquele Rodrigo Branco pra uma reportagem do Fantástico, sendo que ele foi racista com a Maju Coutinho e a Thelminha. NOJO”, esbravejou outra intertanuta. “Não acredito que o Fantástico deu palco para o racista do Rodrigo Branco depois dele falar o que falou da Maju”, lamentou uma terceira. Confira mais reações abaixo:

Confira a íntegra do caso

Ainda em março (30), durante uma live no Instagram com a DJ e influenciadora Jude Paulla, Rodrigo Branco afirmou que Thelma Assis, do “BBB20”, e a jornalista Maria Júlia Coutinho, do Jornal Hoje, só teriam conquistado relevância por serem negras. O ex-diretor de TV opinava sobre o reality global, quando Jude disse torcer para a médica anestesiologista. Branco se revoltou.

Não, gente, a Thelma nem pensar. Posso falar uma coisa? Torcer pela Thelma é racismo“, disparou ele. “Quê?“, se espantou a influencer, sem entender. “Você vai ser muito criticado, tá?“, avisou Jude. “Seguinte, todo mundo está votando nela porque ela é negra, coitada“, prosseguiu o empresário. “Claro que não, garoto. Ela é maravilhosa. Você não assiste [ao] ‘Big Brother’“, discordou a DJ.

Continua depois da Publicidade

Por exemplo, é a mesma coisa que eu falo da Maju Coutinho. Ela é péssima, ela é horrível. Ela fala tudo errado, eu [a] assisti hoje, ela só tá lá por causa da cor“, apontou o atual guia turístico de famosos, ao que Jude tampava a boca, completamente chocada. “Qual foi a carreira dela? A carreira dela foi ser xingada. Aquele negócio de ‘Todos Por Maju’, ‘Somos Todos Maju’, ela nunca foi uma repórter de campo, ela fala tudo errado“, desdenhou ele, demonstrando nenhum conhecimento sobre a trajetória profissional da jornalista, desde 2005 na televisão.

Eu, como diretor de TV maravilhoso, vou te falar. Ela lê o TP (teleprompter) errado“, criticou Rodrigo, que por 12 anos trabalhou na Band. Assista:

O vídeo, claro, causou revolta nas redes sociais. As declarações racistas de Branco foram prontamente repudiadas na web, e ele, diante da repercussão gravou um pedido de desculpas, na madrugada seguinte do ocorrido (31). “Eu sempre falo o que eu penso. Várias vezes, na verdade, eu já falei besteiras. Mas eu mudo de ideia. Ignorante é não mudar de ideia, não ouvir, não conversar. Eu participei de uma live com a Jude Paulla, e falei um monte de merda, não falei nada como eu penso. Eu queria falar uma coisa e falei outra. Fui totalmente racista e a gente tem que assumir quando fala m*rda“, admitiu.

Recebi ligações de amigos meus, e escutei. Primeiro, quero pedir desculpas pra Jude, que tava fazendo uma live para descontrair e eu entrei do nada, falando um monte de abobrinhas. O mais importante é a gente assumir o nosso erro. Peço desculpas a todo mundo. Levei puxão de orelha e falei merda. Não me queiram mal por isso“, encerrou ele. Confira:

Procurado pelo hugogloss.com, Rodrigo Branco disse estar ciente das chances de um processo judicial. “Errei e assumo todas as consequências que me cabem“, declarou. “Não sou racista. O que quis dizer é que o fato de ser negro não encurta caminhos. Ser branco também não deveria encurtar. Há pessoas competentes em todos os lados. Não gosto da Thelma como jogadora. Não é por ser negra. Só não gosto. O mesmo se aplica à Maju. Sei que é uma pessoa maravilhosa, mas não gosto como apresentadora. Fui infeliz na forma como disse e agora tenho que assumir as consequências“, pontuou o ex-diretor da Band, mudando o discurso que causou revolta.

Continua depois da Publicidade

Jude Paulla, por sua vez, chegou a chorar ao falar sobre o assunto nos Stories da rede social. “Às vezes, o racismo pega a gente de surpresa, por estar tão próximo da gente, e a gente não saber. E eu, que sou uma pessoa tão cheia de argumentos, fiquei totalmente sem reação. Se eu já tivesse escutado algo do nível de ontem, não teria amizade [entre nós]. Foi um baque, fiquei desacreditada. […] Eu não tenho amigo de estimação racista. Essas pessoas não vão se manter no meu círculo de amizade“, declarou a influencer, que também publicou um texto.

“Fiz uma live e o racismo se apresentou exatamente do jeito que ele faz, sem pedir licença. Eu fiquei sem acreditar no que estava ouvindo. Eu até tentei explicar pro Rodrigo e para os seguidores o quão racista é aquela fala dele, mas fui interrompida algumas vezes. Fiquei muito nervosa e confesso que fiquei sem saber como agir, porque não estava acreditando no que estava acontecendo“, reforçou, por fim.