O Sétimo Guardião: Reta final terá suspeita de ‘fantasma’ como serial killer e revelação sobre todos os guardiões assassinados

Falta menos de um mês para o desfecho de “O Sétimo Guardião”. Na reta final da trama de Aguinaldo Silva, uma série de assassinatos tem acontecido na cidade de Serro Azul. Machado (Milhem Cortaz), Feliciano (Leopoldo Pacheco) e Milu (Zezé Polessa) já foram vítimas do serial killer. Além deles, as próximas pessoas a morrerem serão Ondina (Ana Beatriz Nogueira), que será assassinada após saber que é a mãe de Luz (Marina Ruy Barbosa), e o doutor Aranha (Paulo Rocha).

De acordo com o Notícias da TV, um fantasma será apontado por Marcos Paulo (Nany People) como o autor dos crimes e isso nem assusta a gente, afinal já aconteceu de tudo na novela! Segundo o site, a situação ficará ainda mais estranha após a morte da cafetina, pois uma cena confirmará que todos os guardiões mortos continuam no necrotério de Greenville. Entre 4 de abril e 4 maio, um protetor da fonte tem sido assassinado por semana após ingerir veneno.

A cada semana um dos guardiões tem sido vítima do serial killer. Seria o assassino um fantasma? (Foto: Reprodução/TV Globo)

Primeiro, no capítulo de amanhã (23), o padre Ramiro (Aílton Graça) dirá que o corpo de Feliciano segue no necrotério. Depois, Adamastor (Theodoro Cochrane) fará um comentário similar sobre Ondina em uma cena que tem previsão de ser exibida no dia 2 de maio. “Só de pensar que a ‘mamãe’ está em Greenville naquele necrotério“, falará o funcionário do bordel.

Pelo menos, ela está junto dos outros: o delegado, Feliciano, dona Milu…“, comentará a prostituta Luciana (Josie Pessoa). “De que adianta ter a companhia de outros defuntos? Não existe solidão maior que a da morte“, responderá Adamastor.

Enquanto isso, a teoria sobre o assassino fantasma surgirá numa conversa de Gabriel (Bruno Gagliasso) com os guardiões e Marcos Paulo, após a morte da cafetina. “O assassino ataca nos locais mais improváveis. Dá a impressão que para ele não existem portas“, argumentará o filho líder da irmandade.

Então, Marcos Paulo fará a suposição que só pode ser algo fora do comum. “Gente, será que não é fantasma?“, indagará a química. “A coisa é séria, Marcos Paulo! Evita gracinha“, retrucará Aranha. “Gracinha nada! A gente já viu de tudo nessa cidade. É água mágica, é gato que vira gente… Eu não ia estranhar se me dissessem que um fantasma está matando os guardiães“, insistirá ela. “Odeio lidar com o sobrenatural, mas só isso explicaria o fato de ele entrar nos lugares, desse jeito, sem ninguém dar conta”, concluirá padre Ramiro.

E agora, gente? Será mesmo um fantasma, o assassino de “O Sétimo Guardião”? Como nós já falamos, Judith também já foi apontada como suspeita das mortes dos membros da irmandade… Em quem vocês apostam? O fim da novela está previsto para o dia 20 de maio!